LER é VIAJAR, APRENDER, ADQUIRIR CULTURA, É TORNAR-SE GENTE.

Sejam bem vindos!

Para ter o texto Offline em formato txt, solicite-o via e-mail.

Caso se interesse pelos anúncios click nos mesmos para conhecê-los melhor e assim ajude o blogg Cego Lendo Livro.

Postagens super interessantes

Deixe seu email:

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Cem impulsos positivos para vivier melhor - Eduardo Criado

Eduardo Criado

CEM IMPULsos POSITIVOS Para Viver Melhor.

PRÓLOGO
Amigo leitor:

Mais de uma vez, cada um de nós, ao ler um livro ou um poema, ao assistir a uma conferência, ao ouvir a rádio, ao ver um filme, uma obra de teatro ou um programa
de televisão ou, talvez, no decurso de uma conversa, ouviu uma frase, um pensamento, um provérbio, um episódio, que, de alguma maneira, despertou em nós um desejo
de melhoria. Isso provocou em nosso interior uma vibração que ativou o nosso motor pessoal, como uma fàísca que acendeu o nosso desejo, ou um sopro que avivou o
rescaldo de um sentimento e às vezes nos ajudou a ver mais claro um caminho e, ao mesmo tempo, nos animou a empreendê-lo. Foram uns instantes fugazes, rápidos, que
produziram um efeito duradouro, sempre benéfico.
A esses fenômenos de percepção que, umas vezes, nos animaras, outras, orientaram a nossa atitude e, algumas vezes dinamizaram o nosso comportamento, resolvi chamar
"Impulsos Positivos", porque, na realidade, é o que são.
Os Impulsos Positivos são como uma injeção de vitaminas para a nossa personalidade. De alguma forma, fortalecem convicções, renovam propósitos e despertam vontades.
Os Impulsos Positivos não são apenas uma herança que recebemos
, por meio de frases célebres de grandes pensadores da História, são também fruto da sabedoria profunda do povo simples.
São episódios estimulantes, lendas antigas e exemplos educativos recentes.
Um Impulso Positivo pode chegar-nos de qualquer lugar, da antiga Grécia ou da moderna Nova Iorque; de qualquer época, dos tempos bíblicos aos momentos atuais; de
qualquer personagem dos pensamentos de Platão ou dos discursos de Churchill.
Você pode receber, lendo estas páginas, Impulsos Positivos de pensadores como Goethe ou Marco Aurélio, de poetas como Rabindranath Tagore ou Antoine de Saint-Exupéry,
de personagens de ficção como Medeia ou Cyrano de Bergerac e de desportistas como Mark Spitz ou Severiano Ballesteros.
Receberá igualmente impulsos de Lord Nelson, de Michelangelo e de Confúcio, entre outros, e lendas, como a do velho lenhador do Canadá ou a do jovem índio que disparava
flechas para a Lua.
Os 1OO impulsos positivos compilados neste volume foram emitidos por Onda Cero no programa radiofônico "Protagonistas" de Luís del Olmo, patrocinados por Massas
Gallo.
Convido-o a ler este livro devagar, saboreando cada impulso, pensando de que maneira se enquadra nas circunstâncias que você está vivendo agora, e sugiro que, à
medida que for lendo, vá sublinhando os parágrafos que, de alguma forma, mais o afetem. Depois lhe será mais fácil reanimar os seus sentimentos e o objetivo que
se propõe a alcançar.
Não fique surpreso com a simplicidade destes impulsos. Aí está precisamente a sua força, na sua simplicidade. Ninguém disse que o simples fosse fácil de aplicar.
Quando estiver em dúvida, ou se sentir em baixo astral, ou ainda com uma preocupação, não hesite em folhear este livro. Certamente em alguma das suas páginas irá
encontrar as palavras necessárias para se sentir- impulsionado de novo. E este o seu
objetivo, ativar a sua predisposição, levantar o seu estado de espírito.
Também pode converter em ação um pensamento diário. Será uma maneira original e estimulante de aproveitar estes Impulsos Positivos.
Receba, pois, o nosso melhor desejo de que possa tirar o maior proveito destas orientações. Como trampolins, aí estão à sua disposição. Veja-os como uma caixa cheia
de ferramentas para melhorar o motor da sua personalidade. Utilize-os. Cada peso é diferente. Ninguém vai usá-los da mesma maneira. Seja ambicioso e aplique quantos
impulsos puder.
Só colocando-os em prática poderá conseguira eficácia que o autor lhe deseja.

EDUARDO CRIADO

5

AÇÃO!
NÃO PAREMOS, HOJE! Mantenhamos a nossa mente sempre ativa.

EONARDO DA VINCI DEIXOU-NOS ESTE PENSAMENTO
para evitar a apatia, aquilo a que hoje chamamos "deixar correr". Diz ele: "O ferro oxida com a falta de uso, a água estagnada perde a sua pureza e quando faz frio
gela. A inatividade também chega, assim, a minar os poderes da mente,,.

Miguel Mihura escreveu jocosamente, certa vez: "Há anos em que as pessoas não têm vontade de fazer nada".
Se for só de brincadeira, não há problema, mas pode ser que isso nos aconteça ou talvez nos esteja acontecendo hoje. Não temos vontade de fazer
7
nada. Nem aquilo que forçosamente temos de fazer. E ninguém consegue tirar-nos desta indolência. Só nós. Movimentemos a água estagnada, evitando que gele. Usemos
as coisas de ferro para que não oxidem. Movimentemos a nossa mente. Pensemos, leiamos, ouçamos rádio, conversemos, troquemos opiniões. Aprendamos algo novo, hoje.
Como disse Miguel de Unamuno: ,Vale mais ser onda passageira no oceano, que barco morto em terra.

Sigamos este impulso positivo, amigo leitor.

NAO PAREMOS, HOJE!

Mantenhamos sempre ativa a nossa mente.
MOVAMOS A NOSSA
PEÇA, HOJE!
Talvez ganhemos a partida,
ONTAM QUE, CERTA VEZ, DOIS JOGADORES DE
xadrez olhavam absortos para o tabuleiro, quando um deles perguntou: ,Você joga ou não?,, Ao que o adversário respondeu surpreso: ,Ah! É minha vez?,,
Esse comentário leva-nos a pensar que, talvez, tenhamos uma peça para mover. Mas não contra outra pessoa. Talvez devamos mover a peça para nos aproximarmos dessa
pessoa, e não para tentar ganhar dela.
Estamos vivendo alguma situação de tensão com
9
alguém? Devido a uma discussão deixamos de encontrar um amigo ou colega de trabalho? Não falamos cordialmente com alguém que estimamos?
E talvez... o nosso desejo seja o de nos aproximarmos dela! Solucionar um mal-entendido! Nós nos sentiríamos muito bem se resolvêssemos o problema! Por que é que
duvidamos? Talvez a outra pessoa esteja pensando o mesmo, mas não se atreve a mover a peça. Vamos nós movê-la?
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo: MOVAMOS A NOSSA PEÇA, HOJE!
Talvez ganhemos, os dois, a partida.
GANHEMOS UM SENTIMENTO POSITIVO GRAÇAS À AÇÃO!
Assim orientaremos a nossa própria vida.
DR. WILLIAM JAMES, CRIADOR DA ESCOLA
Pragmática, recomendou-nos há quase um século: "Atuemos como se O que significa isso? Significa que:

- se desejamos ser ordenados, temos de atuar como
se já o fôssemos;
- se desejamos ser pessoas seguras, temos de atuar
com decisão e firmeza;
- se desejamos ser entusiastas, temos de atuar como
se fôssemos um vulcão de entusiasmo.
4161O.
ATITUDE POSITIVA
E o Dr. James raciocina sobre isso dizendo: "A vontade nunca atua diretamente sobre o sentimento, mas sobre a ação e, ao atuar "como se... este se move-nos e cria
uni sentimento. A ação é o arranque, a chave de ignição do nosso motor pessoal."
Vejamos agora um caso prático, amigo leitor. Você está em baixo astral, com pouco ânimo e deseja sentir-se com entusiasmo. Ponhamos em marcha a nossa ação. Atuemos
como se já tivéssemos esse entusiasmo e façamos o que estamos fazendo, com mais energia, mais alegria, mais animação. Com entusiasmo! Experimentemos agora! Hoje.
Por que não o dia todo? Atuemos hoje como se fôssemos uma pessoa com grande entusiasmo e acabaremos sendo, graças à ação que pusemos em marcha com a nossa vontade:
"Atuemos como se....

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

GANHEMOS UM SENTIMENTO POSITIVO

GRAÇAS À AÇÃO.

Assim, orientaremos a nossa própr a vida.
ELEVEMOS ONOSSO
MORAL, HOJE !
Assim, enfrentaremos os problemas

com maior segurança.
ONTA-SE QUE, DURANTE A SEGUNDA GUERRA
Mundial, semanas depois do desembarque na Normandia, um corpo de exército das tropas aliadas ficou cercado pelas forças alemãs do General Von Runstedt.
O general norte-americano Abrahams, que comandava as tropas aliadas, convocou uma reunião na tenda de campanha. Contam que comunicou aos seus chefes e oficiais a
notícia com esta simples frase: ,Estamos cercados pelos alemães! Completamente cercados! Pobres diabos!,,
12
40.
13
ATITUDE POSITIVA
Aquela atitude ajudou a todos enfrentarem com maior segurança a situação problemática.
Amigo leitor: Talvez alguns de nós, hoje, estejamos cercados. Não podemos mudar as circunstâncias, os fatos, as situações. O que podemos realmente mudar é a nossa
atitude. Não é fácil, mas é bom lembrar que não se valoriza um jogador de pôquer pelas cartas que recebe, mas pela habilidade com que joga as cartas que tem, apesar
de não serem tão boas como ele queria. Se isso estiver acontecendo conosco hoje, pensemos " os fatos não são bons e estamos cercados por... Pobres diabos!"
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
ELEVEMOS O NOSSO MURAL, HOJE!
Assim, enfrentaremos os problemas
com maior segurança.
ATITUDE POSITIVA
401 -
ELIMINEMOS A
PALAVRA "NÃO" DO
NOSSO VOCABULÁRIO!
Assim evitaremos que a nossa mente e
a nossa atitude tendam a fechar-se.
MIGO LEITOR: SE EU LHE PERGUNTASSE AGORA SE
gostaria de ganhar um milhão de dólares, o que é que responderia? Naturalmente diria: "Sim!"
Mas, se eu lhe perguntasse se quer morrer hoje, qual a palavra que apareceria rapidamente nos seus lábios? Naturalmente diria: "Não!"
O curioso é que um SIM ou um NAO são algo mais que palavras. São reflexos de uma atitude. Ao dizer SIM, a nossa mente abre-se. Ao dizer NAO, fecha-se.
14
15
ATITUDE POSITIVA
ATITUDE POSITIVA
Tenho um grupo de amigos que, conhecendo bem tudo o que acontece com a nossa atitude, por brincadeira ou por hábito, decidiu eliminar a palavra NÃO da sua comunicação
diária.
Assim, se alguém lhes perguntar: ,Você vai à festa?", em vez de NÃO, respondem: "Vai ser impossível" . Ou, então, "Você tem fósforo ou isqueiro?", dizem: "Lamento,,.
Ou então: "Você vai hoje à reunião?, , dizem: "Tenho outro compromisso. Mas evitam a palavra NÃO. Com isso dizem que a sua mente trabalha no positivo.

Amigo leitor, tentemos este costume:

ELIMINEMOS A PALAVRA "NÃO"
DO NOSSO VOCABULÁRIO.

Assim, evitaremos que a nossa mente e

a nossa atitude tendam a fechar-se.
COLOQUEMOS ONOSSO
CORAÇÃO NO
PENSAMENTO!
Assim, encheremos a nossa mente de

pensamentos positivos.
PLNSADOR ABEL DUFRESNÉ ESCREVEU: "OS
pensamentos estão no coração, mas nós os procuramos na mente,,. Linda frase que nos ajuda a idealizar o pensamento, a sublimá-lo, a embelezá-lo, com a riqueza do
coração.
As nossas vidas estão dirigidas pelos nossos pensamentos. Todos nos lembramos daqueles desenhos animados de Mazinger. Mazinger era um robô enorme, dirigido por um
rapaz pequeno e simpático, que pilotava um minúsculo avião. Quando
17
ATITUDE POSITIVA
4O. -
ATITUDE PO:
entrava na cabeça do robô, o rapaz conduzia a sua gigantesca figura. Nós somos essa gigantesca figura, orientada, conduzida graças a um mecanismo poderoso chamado
mente, e somos governados pelos nossos próprios pensamentos.
Vamos sempre para onde a nossa mente nos indica.
James Allen deixou escrito: "Hoje estamos no lugar aonde nos trouxeram os nossos pensamentos; amanhã estaremos aonde os nossos pensamentos nos levarem-.
Sim, amigo leitor. O futuro de uma pessoa está na sua própria mente, nos seus pensamentos. Eles condicionam a sua atitude, a sua maneira de pensar e posteriormente
a sua maneira de atuar. Os resultados da nossa própria vida estão na atitude, no nosso pensamento. Esta atitude é a que depois determina a nossa ação.
Amigo leitor, vamo-nos animar a seguir, hoje, este impulso positivo:
COLOQUEMOS O NOSSO CORAÇÃO NO PENSAMENTO!

Assim, encheremos a nossa mente de pensamentos

positivos.
PROCUREMOS
OS DENTES BRANCOS
DO CÃO, HOJE!
Assim, dormiremos em paz com uma recordação agradável em nossa mente.
ONTA UMA LENDA DE TOLSTÓI QUE, INDO JESUS
com os seus discípulos por um caminho, encontraram um cão morto, em decomposição. Tinha um cheiro horrível. A alguns repugnou o seu aspecto. A Outros o seu mau cheiro.
Mas todos se incomodaram com sua presença. E então, Jesus passou à frente deles e disse: "Mas, reparai, como são bonitos e brancos os seus dentes!,,.
Com esse Evangelho apócrifo, Tolstói lembra
18
19
nos que, em qualquer circunstância, por mais desagradável que seja, há sempre algo positivo, se soubermos vê-lo.
O velho ditado popular diz isso de outra maneira, mas com um sentido semelhante: "Não há mal que não venha para o bem-.
Amigo leitor: Se hoje nos acontecer algo desagradável, recordemos essa lenda e façamos um esforço mental para descobrir os dentes brancos e brilhantes de tal circunstância.
Pensemos: Onde está o bem que eu possa ver nesta situação, que outros veriam como mal?
Pois, como disse o poeta: "Não existe nada bom nem mau. É a nossa atitude que o torna bom ou mau.
Sigamos este impulso positivo:
PROCUREMOS OS DENTES BRANCOS

DO CÃO, HOJE!
Ficaremos satisfeitos

ao dar satisfação

aos outros.
UNCA É TARDE PARA AGRADECER A ALGUÉM por alguma coisa, dizia-me o meu amigo Francisco recordando a carta que havia recebido do técnico em sinais do Farol de Tossa,
em resposta à sua carta de agradecimento por tê-lo orientado com as suas luzes numa violenta tarde de tempestade.
,,Senhor -dizia a carta- as suas palavras foram para mim uma das melhores compensações para este trabalho monótono e solitário, ainda que, às vezes, gratificante,
como agora.,,
Assim, dormiremos em paz, com uma recordação

agradável em nossa mente.
21
AGRADECIMENTO
ALEGRIA
Salvar a vida bem merece uma carta de agradecimento, mas há uma infinidade de ocasiões em que alguém fez qualquer coisa por nós e mesmo assim não lhe agradecemos.
Amigo leitor: Não é preciso recordar fatos, circunstâncias, ocasiões, mas todos sabemos que, por natureza, não gostamos de agradecer e às vezes pessoas a quem devíamos
agradecimento foram embora sem terem recebido de nós uma justa mostra de apreço. Não deixemos passar o dia de hoje sem agradecer a alguém por algo que fez ou está
fazendo por nós, pois como disse o filósofo amais importante que enviar a uma pessoa, depois de morta, uma grande coroa, é dar-lhe uma flor em plena vida".

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo: AGRADEÇAMOS, HOJE!

Ficaremos mais satisf èitos ao dar satisfação

aos outros.
IMPROVISEMOS ALEGRIA,
HOJE!
Assim, melhoraremos a saúde e criaremos, à

nossa volta, um ambiente

agradável.
ESCARTES, O PENSADOR RACIONALISTA FRANCÊS, disse: aMuitas vezes a alegria improvisada vale mais do que uma tristeza cuja causa é verdadeira,,. Saibamos, pois, improvisar
a nossa alegria, acrescentando: "A alegria que nasce do bem é uma coisa saudável; a que nasce do mal, é um engano".
E o Dr. Arthur Murphy valoriza essa atitude de um ponto de vista médico quando diz: " A alegria é o ingrediente principal desse complexo chamado saúde,,.
23
41.
AMIZADE
Jacinto Benavente, numa das suas obras teatrais, escreveu: "Uma hora de alegria é algo que roubamos à dor e à morte,,.
E Selma Lagerlof, a grande escritora nórdica, disse: "A alegria é um tesouro indispensável para os filhos da Terra-.
Quatro personalidades muito diferentes têm a mesma opinião. Norte, Sul, Leste e Oeste desta bússola que hoje pode orientar-nos o dia alegremente.

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

IMPROVISEMOS A NOSSA ALEGRIA, HOJE!

Assim, melhoraremos a saúde e criaremos

à nossa volta, um ambiente agradável.
É mais importante do que ter amigos

novos.
1EVEDO, O GRANDE HUMORISTA ESPANHOL, NÃO
estava brincando quando disse: -Mais vale um bom amigo do que cem parentes". Â natureza dá-nos os parentes. Só a nossa atitude nos proporciona bons amigos. Até um
filho é apenas um parente. Nós temos de conquistá-lo como amigo, pois, como disse Elmer Hubber: -Um amigo é aquele que sabe tudo a seu respeito e apesar disso, gosta
de você" .
Aproveitemos hoje para reforçar o vínculo com um amigo. Com qual? Cada um de nós sabe bem
CONSERVEMOS OS BONS
AMIGOS!
25
AMIZADE
cora quem. Talvez haja um amigo que esteja com problemas.
Ajudemos, pois, se soubermos de um amigo que precisa da nossa colaboração. Reforcemos o nosso laço de amizade com ele.
Sim, amigo leitor. sigamos este impulso positivo:
CONSLRVEMOS OS BONS AMIGOS!
E mais importante do que ter amigos novos.
401
TELEFONEMOS A UM

AMIGO, HOJE!
Assim, damos uma alegria inesperada

a uma pessoa que estimamos.
TODOS TEMOS AMIGOS A QUEM NAO VEMOS NEM 1RA
tamos com a freqüência com que queríamos. Amigos sinceros, cordiais, que muitas vezes gostaríamos de ter do nosso lado para conversar com eles, para consultá-los
acerca cie algo, para comentar coisas. Amigos, em cuja companhia nos sentimos muito bem, pois a sua conversa enriquece-nos.
Pois bem. O nosso impulso positivo de hoje leva-nos a perguntar: ,Por que não telefonamos para eles?,, Quando? Agora? Talvez agora mesmo.
27
APOIO
Não façamos isso todos ao mesmo tempo, congestionaríamos os telefones do Brasil, mas telefonemos a um amigo, hoje! Por impulso positivo... mas, ,,Com que motivo?"
você me perguntará. Motivo? Nenhum! Só lhe dizer: -Olá... sou eu, como vai?,, U resto virá por si.
E, se soubermos que esse amigo está atravessando um período difícil, mais motivo teremos. Telefonemos hoje. Tagore tem uma frase que nos pode impulsionar com mais
força para telefonar: -Um bom amigo é como o sangue. Acode o ferido sem esperar que o chamem". Se ele está atravessando uma crise, corra para acudi-lo.

Sigamos este impulso positivo:

TELEFONEMOS A UM AMIGO, HOJE!

Assim, daremos uma alegria inesperada

a uma pessoa que estimamos.
PROCUREMOS
UM PONTO DE APOIO,
HOJE!
Assim, moveremos algo à nossa volta,

convencendo os outros.
A ANTIGUIDADE, O GLOMETRA ALEXANDRE PAPPAS
atribuiu a Arquimedes uma frase que chegou íntegra aos nossos tempos e de que todos recordamos.
A frase é: ,Dê-me um ponto de apoio e levantarei o mundo,,. Referia-se ao movimento da alavanca, mas também é válido para o exercício da convicção.
Queremos persuadir alguém de alguma coisa? Procuremos um ponto de apoio. Em técnicas de
29
APRENDIZAGEM
venda, para demonstrar que um argumento tem força, apoiamo-nos sempre numa evidência (algo que demonstre que o que se diz é verdadeiro, que já funcionou). No fundo
é um "ponto de apoio,. Por exemplo: "Coloque o cinto de segurança ao dirigir. Já se demonstrou estatisticamente que o risco mortal por acidente se reduz em
80%
com o uso do cinto,. O ponto de apoio da nossa argumentação é a estatística. Apoiamo-nos nela para valorizar a segurança.
Sempre que tentarmos convencer alguém de uma idéia, apoiemos aquilo que afirmamos, em algo que o torne evidente.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
PROCUREMOS UM PONTO DE APOIO, HOJE!
Assim, moveremos algo à nossa volta,

convencendo os outros.
30
NÃO APENAS
ENSINEMOS OS OUTROS!
Vamos ajuda-los a aprenderem por si próprios.
FAMOSO TERAPEUTA CARL ROGERS DISSE:
-Eu não acredito que alguém tenha ensinado alguma coisa a outra pessoa. Eu questiono a eficácia do ensino. A única coisa que sei é que, se alguém quer aprender,
aprenderá. Talvez um professor só seja uma pessoa que facilita, que coloca as coisas diante das pessoas e mostra como são emocionantes e maravilhosas, incitando
a experimentá-las.
Sim. amigo leitor, é isso o que devemos fazer.
31
APRENDIZAGEM
APRENDIZAGEM
Ninguém pode obrigar o outro a experimentar. Nenhum professor ensinou nada a ninguém. Todo mundo aprende sozinho. A palavra a educador,, provém do latim "cducare,,
que significa: guiar, conduzir. Isso significa que devemos guiar, manifestarmos nós próprios entusiasmo acerca de qualquer coisa para contagiarmos, com esse entusiasmo,
os outros no desejo de experimentar. Educar é fazer cada pessoa compreender por si mesma, é pôr ,,algo,, diante dos outros e dizer-lhes: "Vejam como é maravilhoso.
Venham. Experimentem comigo!,,
Alguém disse certa vez: " A vida é um banquete mas a maioria do povo não percebe e morre de fome".
Ajudemos os outros a experimentarem, a saborearem e a desfrutarem aprendendo por si mesmos.

Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:

NAO APENAS ENSINEMOS OS OUTROS!

Vamos ajudá-los a aprenderem por si próprios.
APRENDAMOS ALGO

COM ALGUÉM, HOJE!
Assim, iremos amealhando novos

conhecimentos.
,\1 V:"EL1-1O CONTO DE UMA ALI)FIA CASTI-:LHANA DM
que certa vez, uma mulher, na tentativa de ajudar um velho lavrador na sua casa, não tendo lenha à disposição, pegou uma avelã e, furando-a com uma :"Irando agulha,
ateou-lhe fogo. A pequena chama foi suficiente para fritar um ovo (e isto é verdade: acontece mesmo assim).
O velhote, que assistia, olhou para o que ela fazia e filosoficamente disse: "Vivendo e aprendendo".
33
APRENDIZAGEM
Alfredo de Vigny escreveu: "Nunca encontrei uma pessoa com quem não tivesse aprendido alguma coisa ,.
Amigo leitor: Hoje vamos entrar em contato com algumas pessoas. Reparemos no que elas dizem, ou como atuam. Se não for esse o caso, ouçamos com muita atenção tudo
o que vão expor.
Certamente vamos aprender algo que ontem não sabíamos. Isso não vai depender dos outros, mas do nosso interesse e da nossa capacidade de atenção. Isto é certo: "Com
todas as pessoas podemos aprender algo novo,.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
APRENDAMOS ALGO COM ALGUÉM, HOJE!
Assim, iremos amealhando novos conhecimentos.
34
AUTO-ESTIMA
SEJAMOS ONOSSO
MELHOR AMIGO, HOJE!
E conservemos este amigo por toda a vida.
:"SI O1,OOO BERNARD BERKUWITS CONTA QUI_
certa vez atendeu um homem afetado por um profundo desgosto. Morrera uma pessoa que lhe era muito querida e sentia-se muito desolado.
Angustiado, confessou ao psicólogo: ,Acabo de perder o meu melhor amigo". Opsicólogo respondeu-lhe: ,1:"em certeza?" Diante da estranheza do outro, esclareceu: ,O
senhor sabe quem é, ou quem deveria ser, o seu melhor amigo?" Ohomem olhou para ele surpreso. "O seu melhor amigo é você mes
35
mo MEntão, o homem, com uni ligeiro sorriso, disse: ,Acho que é verdade. Omeu melhor amigo sou
eU, ou, pelo menos, deveria Ser,:".
Amigo leitor: "Somos realmente o nosso melhor amigo?" Proponho que o sejamos a partir de agora.
DIRIJAMOS OS NOSSOS
PENSAMENTOS, HOJE!
Sigamos este impulso positivo:
SEJAMOS o NOSSO MELHOR AMIGO, HOJE!
E conservemos este amigo por toda a vida.
Assim, controlando a mente, controlaremos
melhor a nossa própria vida.
MARCO) AuRÉLIO, IMPERADOR L P1LOSOFO ROA1A
no disse cera vez: "Urna pessoa é o que são os seus pensamentos,,.
Lntão, se quisermos conduzir- e controlar a nossa própria vida, o que teremos de fazer é controlar "IN nossos pensamentos. Como?
O Dr. Schnider deixou um estratagema a que denominou ,controle consciente do pensamento,,. Dizia ele: "Cada pessoa pode vigiar os seus pensamentos como se um olho
mentor estivesse numa
37
AUTO-ESTIMA
varandinha da qual pudesse ver tudo o que se passasse na sua mente. Recomenda-se que faça este exerci cio".
Agora mesmo, amigo leitor, você poderá controlar o seu pensamento dirigindo-o a recordar as suas últimas férias de verão, como as passou ou como pensa aproveitar
o descanso do próximo domingo. Você pode orientar agora o seu pensamento para a direção que quiser, varrendo os pensamentos que criam tensão. Pense agora num projeto
agradável! Essa é uma fórmula simples, fácil de entender e prática de aplicar.
Façamos um esforço. L simples, mas, às vezes, não é fácil. Insista. Insista.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

DIRIJAMOS OS NOSSOS PENSAMENTOS, HOJE!

Assim, controlando a mente, controlaremos melhor

a nossa própria vida.
APRECIEMO-NOS
UM POUCO MAIS, HOJE!
Assim, teremos mais confiança

em nós próprios.zzz
PENSADOR FRANCÊS RABELATS DISSE: "QUALQUER
pessoa vale tanto quanto ela própria se valorize". Parece que cada uni de nós se vê como a pessoa mais importante do mundo. A prova é que quando tiramos uma fotografia
em grupo e nos dão uma cópia, a quem é que procuramos primeiro?
Mas, apreciarmo-nos, apreciarmo-nos de verdade, será que o fazemos? Gostamos de nós tanto quanto podemos?
Dizem que a frase mais motivadora dos lábios
39
AUTO-ESTIMA
de um diretor para estimular uni colaborador é esta: "Sinto-me orgulhoso com você".
Se somos nós, na realidade, o nosso próprio diretor, quando foi que dirigimos a nós próprios essa frase pela última vez? Para justificarmos isso, amigo leitor, pensemos
no que fizemos recentemente de que possamos estar orgulhosos, satisfeitos. Que ação tomamos? Qual foi a realização que cumprimos, Qual a conversa que tivemos? Que
decisão tomamos?
Pensemos nisto ao recordar o fato, satisfeitos, e, sem falsa modéstia, digamos a nós próprios: " Sintome orgulhoso com você.", porque qualquer pessoa vale tanto
quanto ela própria se valoriza.

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

APRECILMO-NOS UM POUCO MAIS, HOJE!

Assim, teremos mais confiança em nós mesmos.
QUE A OPINIÃO DOS
OUTROS NAO \OS
AFETE, HOJE!
Assim, não poderão impedir o nosso

próprio progresso.
4O.
AUTOCONTROLE
M VELHO CONTO ARAGONÊS FALA DF UM AVO E DO
seu neto que levavam um burro para vender na vila. Todos a pé.
Passou alguém e disse: "Que tontos. Ninguém vai montado no burro
O menino montou no burro e alguém perguntou: "Ora, e o velhinho?,,.
L,ntão, o velhinho montou também no burro, e alguém mais adiante comentou. "Que avô egoísta! Pobre burro!"
4O
41
AUTOCONTROLE
E a história continuou para demonstrar que nunca ninguém estava satisfeito. Como Lincoln dizia: ,Podemos satisfazer alguns sempre ou todos algumas vezes, mas nunca
podemos deixar feliz todo inundo sempre".
Em Navarra há também uma canção popular que diz:
"Se canto chamam-me louco e se não canto, covarde. Se bebo vinho... bêbado Se não bebo, infeliz.

Amigo leitor: Mantenhamos hoje a nossa própria opinião! Ninguém pode estar na nossa pele e, boa ou má, correta ou não, pelo menos é nossa e somos responsáveis por
ela. Não tornemos os outros responsáveis pelas nossas próprias decisões.

Sigamos este impulso positivo:
QUE A OPINIAO DOS OUTROS

NAO NOS AFETE, HOJE!

Assim, não nos poderão impedir

o nosso próprio progresso.
Assim, caminharemos com mais

alegria e suavidade,
Á NOS 1) VE rER ACONTECIDO DIRIGIR, POR DESCUIDO,
com o carro freado, e notamos como o nosso veículo sofria. Não corria. Andava aos solavancos.
U mesmo acontece com a nossa mente quando lhe pomos freios.
Com certeza já vivemos uma época da nossa
ida temendo que, de um momento para o outro qualquer coisa ruim, talvez terrível, nos acontecesse. Passado o tempo previsto, nada do que temíamos
aconteceu.
4OO.
AUTOCONTROLE
NÃO A\DEMOS COM O
FREIO DE MAO PUXADO,
HOJE!
AUTOCONTROLE
4OO1
AUTOCONTROLE
Quantos sofrimentos nos causaram os desastres que nunca aconteceram!,, -disse Thomas Jefferson.
E o autor f ames A. Garfield confessava: ,Na minha vida passei por nwitos problemas, mas os piores nunca aconteceram".
Sim, amigo leitor, os piores nunca aconteceram! Entretanto vivemos bloqueados por uma absurda angústia interior.
A nossa personalidade andava com o freio de mão puxado, aos solavancos, sofrendo com o nosso percurso.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

NAO ANDEMOS COM O FREIO DE IMO PUXADO,

HOJE!

Assim, caminharemos com mais alegria

e suavidade.
\ÃO CHOREMOS
NEM \OS QUEIXEMOS,
HOJE!
Assim, evitaremos ficar nervosos,

sem resolvermos nada de tudo quanto

ia aconteceu.
ABINDRANATH TAGORE ESCREVEU CERTA VEL: 1 SE
choras por teres perdido o Sol, as lágrimas não te deixarão ver as estrelas". Bonita frase para ouvir, mas difícil de seguir quando estamos passando por um pesadelo
e precisamos de consolo.
Isso é verdade! Mas queixar-nos pode acentuar a nossa dor seta resolvermos nada do que já aconteceu.
No filme Super-homem, o protagonista consegue, dando voltas na direção contrária à normal da
45
AUTOCONTROLE
Terra, retroceder no tempo e evitar que a mocinha fique sepultada no seu carro durante um terremoto. Mas nós não podemos voltar atrás. Não somos super-homens. Ninguém
pode mudar o que aconteceu.
Façamos como diz Alejandro Casona, o dramaturgo de As árvores morrem de pé: "Chorar, sim. Mas chorar enquanto trabalhamos. Chorar de pé, pois vale mais semear uma
colheita do que chorar pela que se perdeu-.

Sigamos este impulso positivo:
NÃO CHOREMOS NEM NOS QULIXEMOS, HOJL!

Assim, evitaremos ficar nervosos, sem resolver nada do já aconteceu.
FAÇAMOS ALGO
DESAGRADÁVEL QUE
DEIXAMOS PE\DE\TE,
HOJE!
Assim, venceremos o hábito

de adiar as coisas.
IRAI:"EUTA A:"IKiNSON ESCREVEU NA OBRA
Conhece-te, o seguinte:
,,Os nossos pensamentos são como cavalos selvagens. NAO permitamos que esses potros indomáveis corram sem freio arrastando o nosso veículo. Eduquemo-los guiando-os
na direção contrária à qual eles querem seguir. Uma das melhores maneiras de se conseguir isso é uma pessoa obrigar a si própria, deliberadamente, a executar uma
tarefa desagradável, algo que não deseja fazer, cuja execução
AUTOCONTROLE
46
47
AUTOCONTROLE
não lhe agrada e que tem de fazer, mas fica adiando, dando desculpas a si mesma continuamente,,.
Costumamos, às vezes, comer o chocolate e deixamos o pedaço de pão. Com o tempo, chegamos a ter um saco de pedaços de pão duro, em que não há maneira de fincar o
dente.
Imagine poder trabalhar ou viver, sem a angústia de ter esse saco cheio de pedaços de pão duro que, mais tarde ou mais cedo, vamos ter de comer?
Domemos os nossos cavalos mentais. Ve):"amonos sempre conduzindo os potros rebeldes dos nossos pensamentos. Dominemos o cavalo indócil do adiamento dizendo a nós
próprios: "l:"enlio de fazer isto, agora!" Os outros cavalos mentais acabarão por experimentar o efeito e oporão cada vez menos resistência.
Sigamos este impulso positivo:
FAÇAMOS ALGO DESAGRADÁVEL QUE

DEIXAMOS PENI)FNTE, HOJE!

Assim, venceremos o hábito de adiar as coisas.
41OO
FAÇAMOS OQUE
TEMEMOS FAZER, HOJE!
Talvez transformemos uma angustia

numa oportunidade.
10S MI-1M DE F.NFRLNI:"AR UMA SITUAÇÃO A QUE
não podemos fugir?
Queremos evitar fazer algo com medo de fra
Cassar?
Assusta-nos ter uma entrevista com alguém que
temos de ver?
Pode acontecer já termos tido esses sentimentos.
Ou talvez estejamos tendo hoje.
Winston Churchill, certa vez, disse: "Se fugimos de algo que temos medo de fazer, o nosso medo tor
49
416O1
AUTOCONTROLE
na-se maior. ,tilas quando tomamos a decisão de enfrentar esse algo, a nossa tensão diminui e ganhamos mais segurança".
Sim, isso é verdade. Sigamos o conselho de Clement Stone. Diz ele: -Faça o que tem medo de fazer. Vá aonde você teme ir,,. Quando começamos a correr porque receamos
algo importante, desperdiçamos uma oportunidade.

Sim, amigo leitor:
Fi CAMOS O QUE FEMENiOS FAZER, HOJE!

Talvez convertamos uma angústia

numa oportunidade.
Assim, evitaremos que as coisas

nos afetem.
41OO.
NIA ANTIGA HISTÓRIA COMERCIAI. CONTA QUE UM
vendedor de sapatos visitou, pela primeira vez, determinada aldeia, e, desanimado, enviou um telegrama à fábrica: "Não há mercado. Todo mundo anda descalço". No
entanto, outro vendedor, depois de visitar a mesma aldeia, enviou um telegrama diferente. Dizia assim: "Aqui há grandes possibilidades. Ainda ninguém usa sapatos".
O poeta Campoamor dizia: ,Nada é verdade nem mentira. Tudo é de acordo com a cor do vidro cole que se olha,,.
CONVERTAMOS UMA
CO\TRARIEDADE NUMA
POSSIBILIDADE, HOJE!
51
AUTOCONTROLE
AUTOCONTROLE
Com que vidro estamos vendo as coisas que nos estão acontecendo, hoje?
O fato de hoje nos sentirmos felizes ou infelizes não vai depender, apenas, dos acontecimentos em si, mas da nossa atitude diante desses fatos.
Acostumemo-nos, pois, a agarrar as coisas pelo lado que não nos queime.
Amigo leitor: Vejamos quanto de positivo existe em qualquer situação que nos aconteça. Utilizemos, para tal, o controle adequado da dor.

Sigamos este impulso positivo, amigo leitor:

TENTEMOS CONVLRTER UMA CONTRARIEDADE

NUMA POSSIBILIDADE, HOJLI

Assim, evitaremos que as coisas nos afitem.
EVITEMOS QUE AS
CONTRARIEDADES
OS FAÇAM PERDER
AS ESTRIBEIRAS!
Assim, manteremos a serenidade, o bom

ânimo e a paz interior.
DR. ,JOHN SAIN SCHINDLER RECOMENDA UM
método fácil e simples de ser usado, ainda que provoque risos em alguém.
Diz ele: Sempre que enfrentar uma irritação que 1lle bate à porta, experimente a estratégia de formar o ,circulo mágico,, com o indicador e o polegar e, pondo-o
à sua frente, diga: ,Para o diabo que o carregue. Não permitirei que isso me aflija." Um pouco de prática com este "círculo mágico,, e você não tardará em ser capaz
de mandar para ao diabo,,
53
AUTOCONTROLE
com muito gosto muitos dos motivos de irritação que se apresentarem".
Deixando de lado o humor do Dr. Sain Schin
der, o mecanismo dos dedos em círculo encerra um princípio muito eficaz: "Nada afeta uma pessoa se ela
própria não lhe der autorização para que a afete,,.
Amigo leitor: Com "círculo mágico,, ou sem ele, sigamos este impulso positivo:
E:"VITE.MOS QUL AS CONTRARIEDADES NOS FAÇAM

PERDER AS ESTRIBEIRAS!
Assim, manteremos a serenidade, o bom ânimo

e a paz interior.
-NÃO DESERTEMOS
DA VIDA, HOJE!
Assim, estaremos mais satisfeitos

amanhã.
ÉNECA, HÁ BASTANTES SÉCULOS, FSCRLVF.U A OBRA
A tranqüilidade do espírito. Nela, há um parágrafo que hoje nos pode ser útil, amigo leitor, para elevar o nosso astral e nos motivar a enfrentar os nossos próprios
problemas. É este: ,Deixar-se intimidar pelas adversidades exteriores, até ao ponto de renunciar a toda a ação, é morrer antes de chegar a morte. É desertar da vida,,,
e para dar maior ênfase a seu pensamento, acaba dizendo: "O pior dos males é sair do mundo dos vivos antes de morrer-.
Amigo leitor: Talvez estejamos vivendo hoje,
55
AUTOCONTROLE
AUTOCONTROLE
ern nosso ambiente familiar, social ou profissional, um momento duro, difícil, incômodo. Seria até bom se pudéssemos desertar, mas no dia seguinte não nos sentiríamos
satisfeitos nem orgulhosos.
Recordemos a expressão de Churchill na 11 Guerra Mundial: "Ganhará o combate quem agüentar mais um "round"".
Amigo leitor: Só três minutos. Agüentemos mais um "round-. Sigamos este impulso positivo:

NÀO DESLRTEMOS DA VIDA, HOJE!

Assim, estaremos mais satisfeitos amanhã.
TRANSFORMEMOS UM
MENOS \UM MAIS!
Assim, subiremos o nível da nossa

capacidade de mudança,

melhorando sempre.
DR. JAMES DLIXOU LSCRITO: -GRANDE PARTE
daquilo a que chamamos Mal pode ser transformado muitas vezes num BEM, bastando apenas a mudança interior de uma atitude de medo e tristeza para outra de alegria
e luta-.
Um provérbio francês diz: ,Uma pessoa inteligente recupera-se logo de um fracasso. Um imbecil nunca se recupera de um sucesso", porque capitalizar as vantagens qualquer
um sabe fazer, aias saber beneficiar-se das perdas só as pessoas fortes conseguem
56 4O.
57
AUTOCONTROLE
COLABORAÇÃO
Amigo leitor: Nem para você nem para mim, nem para qualquer outro, as coisas saem sempre bem. Quando algo não der certo, sigamos este impulso positivo. Viremos a
meia do avesso. Façamos de um limão uma limonada. Vejamos o copo ainda meio cheio e nunca meio vazio, pois, como dizia Shakespeare: "Não há nada bom nem mau. São
os nossos pensamentos que fazem as coisas boas ou más. Se soubermos aprender com uma derrota, realmente não perderemos,,.

Sigamos este impulso positivo:

TRANSFORMEMOS UM MENOS NUM MAIS!

Assim, subiremos o nível da nossa capacidade de

mudança, melhorando sempre.
PARTICIPEMOS,
POIS SÓ POR PARTICIPAR,
JA GANHAMOS!
ORNOU-SE MUNDIALMENTE FAMOSA A FRASE "O QUE
vale é participar e não, ganhar,,, original do barão pierre de Coubertin, fundador dos jogos Olímpicos da Iara Moderna.
I.sta frase não só é válida aplicada ao esporte, como tem tanta ou maior importância se pensarmos em aplicá-la à nossa própria vida.
A melhor lição de Mark Spitz, nos jogos OlímPicl" de Munique, não foi vencer os outros e ganhar 7 medalhas de ouro, mas vencer a si mesmo, superando o, seus próprios
recordes. Não participamos às
59
COLABORAÇÃO
4O
COMUNICAÇÃO
vezes por timidez, outras vezes por medo do ridículo, outras por uma certa preguiça inicial ou estado de espírito. São vários os motivos e as desculpas que damos
a nós próprios por não participar de alguma coisa.
Se nos convidarem a participar, aceitemos. De um jogo. De uma associação. De uma festa familiar. De uma ação coletiva. Participemos. Por quê? Participando melhoramos
a nossa aprendizagem com a prática. Podemos alegrar o nosso estado de espírito e dinamizar a nossa atitude. Não sejamos meros espectadores. Desçamos ao campo para
participar.
Sejamos protagonistas, e não testemunhas de vidas alheias. Vamos propor-nos hoje a participar de algo, de alguma maneira.

Sim, amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

PARTICIPEMOS, POIS SO EM PARTICIPAR

JÁ GANHAMOS!
6O
DIGAMOS AS COISAS
OBJETIVAMENTE E COM

ORIGINALIDADE!
Comunicaremos melhor.
MA DAS HISTÓRIAS QUE MELHOR ILUSTRAM A IM
portância de saber dizer as coisas de forma objetiva e com sentido é a que se refere a um cego que pedia esmola à entrada da Ponte do Brooklin, em Nova Iorque.
Todos os dias passava por ele, de manhã e à tarde, um publicitário que deixava sempre alguns cenIav-os no chapéu do pedinte. O cego trazia pendurado no pescoço um
cartaz com a frase: "Cego de nascimento. Uma esmola, por favor,,.
61
COMUNICAÇÃO
O publicitário teve uma idéia. Uma manhã, ao passar, virou o letreiro do cego ao contrário e escreveu uma outra frase.
À noite, perguntou ao cego como é que tinha sido o dia, interessando-se por saber se as pessoas lhe tinham dado mais esmola. O cego respondeu, muito contente: "Até
parece mentira, senhor. Hoje foi um dia extraordinário. Todos os que passaram por mim deixaram alguma coisa. O que é que o senhor escreveu no letreiro?
O publicitário tinha escrito uma frase breve, mas com sentido e com força emotiva suficientes para convencer os outros a deixarem uma esmola.
A frase era: -Em breve chegará a Primavera e eu não poderei vê-la".
Dizem-se em vão muitas palavras que, com poucas, podem ser mais eficazes.

Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:

DIGAMOS COISAS COM OBJETIVIDADE E COM

ORIGINALIDADE!

Comunicaremos melhor.
ESCOLHAMOS BEM
UMA PALAVRA, HOJE!
Porque com uma palavra

podemos perder ou ganhar

um amigo.
LGUÉM DISSE CER:"T:"A VEZ: ,AS PALAVRAS SÃO OS
degraus da escada da nossa comunicação.
Assim, temos de cuidar para que cada lance esteja bem construído, que não seja escorregadio, que nào esteja desgastado, que não provoque mais queda, ou problemas
na nossa relação com os outros.
Por isso, seguindo as definições orientais, esco111,u„os bem as nossas palavras, os degraus da escada de uma boa comunicação.
Aw
COMUNICAÇÃO
63
COMUNICAÇÃO
41O1
COMUNICAÇÃO
Dado que:
uma palavra impensada pode provocar um aa discórdia;
uma palavra cruel pode destruir uma vida; uma palavra amarga pode provocar ódio; uma palavra brusca pode romper um relacionamento;
uma palavra agradável pode suavizar o caminho;
uma palavra a tempo pode poupar um esforço;
uma palavra alegre pode iluminar o dia;
uma palavra com amor e carinho pode mudar uma atitude,

amigo leitor.,
ESCOLHAMOS BEM UNIA PALAVRA, HOJE!

Porque com uma palavra podemos perder

ou ganhar um amigo.
ESTIMULEMOS A
COMUNICAÇÃO, HOJE!
Assim, conseguiremos a confiança

e o respeito da outra pessoa.
1. A CONVERSA FUNCIONA COi,1O UNIA MÁQUINA,
as quatro gotas de óleo que a lubrificarão melhor são as seguintes, segundo o Dr. Davis, da Universidade do Arizona. Tome nota, amigo leitor, se lhe interessa aprender
a estimular conversas:
1_a criemos um ambiente agradável e confor
tável e mostremos simpatia por tudo quan
to a outro pessoa expuser;
65
4O.
COMUNICAÇÃO
2.a sejamos pacientes. Vamos dar a quem fala bastante tempo. A verdade pode sair no fim da conversa;
perguntemos alguma coisa, de vez em quando, para que o nosso interlocutor saiba que desejamos que ele nos esclareça alguns pontos;
4.a evitemos distrair-nos. Não tamborilemos os dedos nem movamos papéis, nem façamos pouco caso desviando os olhos da pessoa que se comunica conosco.

Resumindo:
1.° tenha simpatia. 2° tenha paciência. 3° faia perguntas. 4° preste atenção.

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

ESTIMULEMOS A COMUNICAÇÃO, HOJE!

Assim, conseguiremos a confiança

e o respeito da outra pessoa.
49.
DIALOGUEMOS
CORRETAMENTE, HOJE!
Assim, aumentaremos os sulcos do nosso

campo de comunicação.
491
\L COMO O ESCRITOR BONTENIPLLLI DISSE UN4 DIA:
,,Dialogar não é discutir, mas entrar no sulco que o outro traçou e prosseguir nele, até o aperfeiçoar e assim abrir novos sulcos".
L, de alguma maneira, foi isso que também escreveu o escritor Antônio Machado: ,Para dialotiar..a pergunte primeiro, depois... ouça".
O diálogo correto tem de ser tolerante, e toJrância é pressupor que as opiniões em desacordo com as nossas não são tolices.
67
COMUNICAÇÃO
CONCENTRAÇÃO
A divergência de opiniões não é má. Pelo contrário, enriquece. Na área administrativa costuma-se dizer: "Quando numa empresa há duas pessoas que pensam da mesma
maneira... uma delas é demais.
Sabendo que o diálogo é o instrumento-chave de toda comunicação e que a comunicação é necessidade primordial do ser humano, social por excelência, precisamos melhorar
a nossa capacidade e fluidez de diálogo, perguntando e ouvindo com tolerância. Só assim aumentaremos a nossa capacidade de comunicar.

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

DIALOGUEMOS CORRETAMENTE, HOJE!

Assim, aumentaremos os sulcos do nosso

campo de comunicação,
CO\CENTREVIO-\OS EM
posso JOGO, HOJE!
Assim, ganharemos a nossa própria partida.
)NTAM QUE, CERTA VEZ, PERGUNTARAM AO
empresário de Guilherme Hoppe, famoso campeão de bilhar: "Como é que o Hoppe ganha sempre as partidas?" E ele respondeu: ,Os seus adversários lixam-se sempre no
que ele faz. Mas Hoppe só se
oncentra em jogar bilhar. Só pensa na sua própria ,,ai-tida,,.
Alguma vez, amigo leitor, nos distraímos no nosso caminho, na nossa tarefa, nos nossos objeti-
CORTESIA
vos, pensando noutras coisas, no êxito que outras pessoas têm?
Evitemos distrair-nos com idéias desaminadoras e pensemos apenas cri, como fazer o nosso melhor trabalho, dispostos a ter sucesso.
CONCENTREMO-NOS No NOSSO JOGO, Ho)F I
Assim, ganharemos a nossa própria partida.
Assim, os outros se sentirão melhor em nossa companhia.
PRESTIGIADO ESCRITOR ALPONSO USSÍA, NA IN
trodução da sua obra Manual de boas maneiras, diz: ,,A vida é muito mais cômoda e agradável se a convivência se basear na cortesia,.
Parece, no entanto, que hoie a cortesia não está em moda. No entanto, se observarmos uma citação de La Bruvère, veremos como a cortesia é importante para a nossa
saúde mental.
71
CRIATIVIDADE
Diz assim: -Os gestos educados fazem com que a pessoa apareça exteriormente como deveria ser no interior. Isso tende a melhorar a sua saúde mental,,.
Amigo leitor, quando uma pessoa nos cumprimenta, nos sorri, nos cede a passagem, é alegre, é cortês e educada conosco, por acaso ela nos incomoda? Os outros não
são diferentes. Também agradecerão as demonstrações de cortesia que lhes dermos.
Há uns anos houve, em Barcelona, uma campanha para motoristas, intitulada "Sejamos melhores" e posteriormente, em âmbito internacional, uma sobre o nosso tema com
o slogan: " A cortesia é contagiosa" em que valorizava o efeito multiplicador da atitude cortês e amável iniciada por uma pessoa. Alguém tem de começar a contagiar
os outros. Por que não cumprimentamos cordialmente os outros hoje? Vamos sorrir para os outros, hoje? Vamos-lhes dar passagem, hoje? e trabalhar com alegria, hoje?
Porque, segundo o Dr. Pawels, "ser alegre é ser educado. Difundamos hoje este saudável vírus recordando que A CORTESIA É CONTAGIOSA.

Sigamos este impulso positivo:

SEJAMOS CORTESLS, HOJE!

Assim, os outros se sentirão melhor

em nossa companhia.
416O.
NÃO NOS
E\VERGO\HEMOS
DE PENSAR, HOJE!
Porque pensar é a mais alta necessidade

da raça humana.
AZEM QUE UM DIA MIGUEL DE UNAMUNO ESTAVA
cavando sob o sol, na sua quinta de Salamanca, quando passou um lavrador seu conhecido e cum
primentou-o, perguntando-lhe:
-Está trabalhando, Senhor Miguel?
Unamuno respondeu, enrugando a testa e sorrindo:
-Não, filho, não. Descansando. E é muito agradável.
73
A tarde, o mesmo lavrador voltou a passar por ali. Unamuno estava, então, sentado à sombra, com o chapéu sobre o rosto.
O lavrador cumprimentou-o desta vez, assim:
-Está descansando, Senhor Miguel?
Miguel de Unamuno tirou o chapéu, olhou para ele muito sério e respondeu-lhe: "Não, filho, não. Trabalhando. E é muito duro,,.
É curioso que, em geral, envergonhamo-nos de pensar. Se alguém entra num escritório e surpreende uma pessoa que está pensando ou olhando pela janela, julga-a mal.
E o surpreendido sente como um complexo de culpa, apesar de estar trabalhando, pois está pensando.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
NAO NOS ENVERGONHEMOS DE PENSAR, HOJE!

Porque pensar é a mais alta necessidade

da raça humana.
USEMOS OMOTOR DA
\OSSA MENTE, HOJE!
Assim, nós nos cansaremos menos

e renderemos mais.
ONTAM QUE, NO CANADÁ, UM LENHADOR DAS
altas montanhas, desceu à cidade e pediu, num estabelecimento, a serra elétrica mais moderna que tivessem. Ao fim de uma semana voltou, esgotado e furioso, reclamando
ao empregado: "O senhor me enganou! Esta serra é mais pesada e incômoda do que a que eu tinha. É difícil de manejar. Agora corto menos árvores!,,
O empregado, muito admirado, pegou a serra que o lenhador lhe devolvia e puxou com energia o
75
CRIATIVIDADE
anel de contato do motor. E este funcionou perfeitamente.
O lenhador, então, muito admirado, olhou para a serra elétrica trabalhando e perguntou ao vendedor: "Mas que barulhinho é esse?"
Às vezes pode acontecer que tentemos utilizar a nossa mente sem colocar o motor para funcionar.
Pensemos de que maneira poderemos usar melhor as nossas capacidades mentais. Nem todos servimos para o mesmo. Qual é o nosso motor?

Sigamos este impulso positivo:
USEMOS ADEQUADAMENTE O MOTOR DA

NOSSA MENTE, HOJE!

Assim, nós nos cansaremos menos

e renderemos mais.
PROCUREMOS
DIVERTIR-NOS,
HOJE!
Assim, daremos vigor à

nossa personalidade.
A SUA OBRA LAS MASCARAS VAN AL CIELO (AS
máscaras vão para o céu), Juan Guerrero Zamora expõe-nos os dois sentidos da palavra DI-VERTIRSE, dizendo que di-vertir-se é partir-se em dois, mas que uma coisa
é DI-VERTIR-SE para se evadir, para fugir, para não pensar (entregando-nos a diversÕes fáceis, efêmeras e às vezes prejudiciais) e outra coisa é o sentido mais profundo
da DI-VERSÃO, ou seja, partir-se em dois para transformar, para melhorar sempre a si próprio.
DIV ERSAO
76 -
77
DIVERSAO
Essa analogia é aproveitada para valorizar o sentido do teatro como escola de costumes e espelho da humanidade. Mas também valeria a pena considerar esse sentido,
valorizando o profundo sentido da palavra lll-VERSAO. O que fazemos na realidade? Divertimo-nos para nos evadir ou di-vertimo-nos para nos transformar? Vou ao teatro
ou ao cinema. Ouço música. Leio um livro. Assisto a um espetáculo. Vou viajar só ou em grupo. Participo num clube, em reuniões. Freqüento jantares. As minhas diversões
dão mais vigor à minha personalidade? Divirto-me para me transformar?

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo: i
PROCUREMOS DIVI_:"RTIR-NOS, HOJE!

Assim, daremos vigor à nossa personalidade.
PONHAMOS
E\TUSIASMO EM TUDO
AQUILO QUE FIZERMOS!
Comunicaremos energia ao nosso corpo

e a nossa mente.
IMPRENSA NÃO FALA DO ENTUSIASMO. NÃO SE
publicam artigos nem reportagens sobre o entusiasmo. No entanto, amigo leitor, ouvimos cantores, desportistas, personalidades que conseguiram triunfar na vida graças
a ele, e ouviremos essa palavra muitas vezes.
"Consegui, porque tive entusiasmo." "O entusiasmo ajudou-me a conseguir ser o que sou." "Sim, pus muito entusiasmo nisso." Entusiasmo. Entusiasmo. Admiremos uma
obra acabada e por detrás dela
4OO1
ENTUSIASMO
79
ENTUSIASMO
há sempre uma pessoa ou pessoas que nela puseram entusiasmo.
Existem capacidades diferentes: profissionais, artísticas, sociais. Todas diferentes. Cada um de nós tem habilidade para uma determinada coisa e é melhor do que
outros em algum campo ou qualidade, mas há uma que, como o fogo, faz com que ferva a água de qualquer motor a vapor, por mais diferente que seja, e essa é o entusiasmo.
Ouçamos o que disse Napoleon Hil1:
"O entusiasmo é a única emoção que, de maneira automática, garante que os nossos pontos de vista sejam positivos. Não há dúvida de que o entusiasmo é uma força vital
que comunica energia a todas as potências do corpo e da mente. O entusiasmo faz parte de um processo de auto-sugestão que vitaliza a nossa personalidade,,.

Sim, amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

PONHAMOS 1`NI:"USIASMO Ltit TUllO AQUILO
QUE luiluios!

Comunicaremos energia ao nosso corpo

e ã nossa mente.
AW
OUÇAMOS MAIS,
HOJE!
Assim, teremos oportunidade

de nos enriquecer.
M DOS CONSELHOS QUE SHAKESPEARE ATRIBUIU À
personagem de Polônio em Hamlet, encaixa-se adequadamente neste impulso positivo. Diz assim: "Dá
a cada homem o teu ouvido, mas a poucos a tua
voz".
Como Pitágoras se questionava há muitos séculos: ,Por que temos duas orelhas e apenas uma
boca?,
Para o que nos inclinamos mais? Para ouvir ou para talar? Parece que a resposta é fácil. Todos gos
O UVIR
8O
81
AW
ESPERANÇA
t amos de (alar, de dizer o que pensamos, de expor as nossas opiniões.
Pois bem, se nós gostamos disso, pensemos que os outros não são ditercntes. As pessoas têm fome e sede de silêncio. Vamos propor-nos hoje ouvir com interesse, percebendo
tudo o que ouvimos, e façamos um inventário à noite de tudo o quanto conhecemos ou aprendemos de novo. Como diz uni velho provérbio árabe: "Quando eu falo, enriquecem-se
os outros. Só quando ouço enriqueço-me.

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

OUÇAMOS MAIS, HOJE!

Assim teremos oportunidade de nos enriquecer.
VIANTE\HAVIOS A
ESPERA\ ÇA,
HOJE!
Talvez seja o dia em que vai dar certo o

que estamos tentando.
Á UM PROVÉRBIO MEDIEVAL QUE DIZ: "FREQUENTE
mente um só dia nos dá aquilo que um ano inteiro nos nega .
Isso pode acontecer quando aprendemos uma língua, praticamos um esporte ou tentamos aprender a dirigir um carro. Todos passamos pelo vale do desespero durante a
prática. E como se fôssemos por um bosque, à noite, com mosquitos que picam, pisando lama e sem ver a saída. Quantas vezes dizemos a nós próprios: ,Não sairei vivo-.
Um ano in
82
83
ESTÍMULO
teixo, diz o provérbio -digamos durante um certo tempo- vemos que não conseguimos aquilo que procuramos. Mas o que acontece? Há um dia, um momento, a que os psicólogos
chamam de "iluminação interior" em que tudo aparece mais claro à nossa frente. Vemos que aparece o Sol. Reparamos que já não há lama debaixo dos nossos pés, pisamos
com força, desapareceram os mosquitos e vemos a saída do bosque. Aprendemos uma nova língua, dominamos um esporte, dirigimos um automóvel. E aquilo que parecia tão
difícil, agora não é tanto e, o que é mais importante!, sentimos firmemente que, com prática, chegará a ser fácil para nós.
Sim, amigo leitor. Se insistirmos, dia a dia tornaremos real o impulso positivo a que nos propomos:

MATENHAMOS A ESPERANÇA, HOJE!

Talvez seja o dia em que vai dar certo

o que estamos tentando.
Que a nossa fuga seja sempre

para a frente.
491
i)NTA O PF1 AGOGO CARNE.GIE QUE, CERTA VEZ,
visitando o filho de um amigo seu que ia para a frente de combate, durante a guerra da Coréia, viu que, na sua mochila, levava um lençol branco. Ao perguntar-lhe
por que o levava, ele respondeu: "Não o levo para dormir melhor, claro, mas porque posso encontrar-me ern situação difícil e ter necessidade de me render".
Amigo leitor: 1-1á pessoas que, na sua vida, andam cone essa bandeira branca. Talvez neste mo
SÃO DEIXEMOS PORTAS
ABERTAS PARA A FUGA!
85
ESTIMULO
mento al,~ um dos leitores esteja prestes a hasteá-la,
rendendo-se às circunstâncias. Nunca. Nunca deixe
mos portas abertas à rendição. À fuga.
Se assim o fizermos, se deixarmos uma porta
aberta para a fuga, o que nos pode acontecer, na
maioria das vezes, será pensarmos muito mais nes
sa porta do que no objetivo que temos de alcançar.
Lembremo-nos de Fernando Cortês, o conquistador, quando decidiu queimar os navios, não deixando a seus soldados uni caminho de fuga possível E ,Júlio César, quando
atravessou o rio Rubicão, disse: " Alea jacta esta,,, a sorte está lançada, evitando qualquer retrocesso.
Atuemos como se fosse impossível fracassar. Talvez demoremos mais, mas insistamos, porque, como diz Collins: <,A derrota é algo subjetivo. Não
real. Não a aceitemos nunca".
Sim, amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

NA ODF:IXF.MOS P()R:"I:"AS ABFRTAS

PARA A FUGA!

Que a nossa fuga seja sempre para a frente.
41O1
A~IVIEVIOS ALGUEVI,
HOJE!
Ajudemos essa pessoa a transformar-se

naquilo que é capaz de ser.
NOSSA VOLTA, EM NOSSO AMBII:NTI: FAMILIAR,
profissional ou social, pode ser que haja uma pessoa que necessite agora de estímulo, ânimo. Está ao nosso lado. Convivendo conosco. E o estímulo pode vir de nós.
Mas para isso, temos de vê-la com olhos novos, voltados para o futuro. Ouçamos o que disse o escritor- Goethe: ,Se aceitarmos OS outros tais como são, pode ser que
os façamos piores; ruas se o tratarmos como se tossem o que deveriam ser, poderemos ajudá-los a se converterem no que são capazes de ser,,.
87
Queremos ajudar essa pessoa. Vamos incentivála. A correção faz muito, mas o estímulo faz mais. Oestímulo, depois da reprimenda, é como o Sol depois de uma tempestade.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
AN íNmNios m_GUI,~I, IIOJi.!

Ajudemos essa pessoa a transformar-se

naquilo que é capaz de ser.
CONTINUEMOS A
ESTUDAR, POR MAIS
IDADE QUE TENHAMOS!
Nós nos manteremos jovens!
Á UNS DIAS, OUVIMOS EM NOSSO PROGRAMA PRO
tagonistas a opinião de uma pessoa que aos 85 anos acabava de conseguir o diploma do ensino básico.
Quando o entrevistaram, disse com orgulho:
85 anos, não. Já fiz os 86! Que bonito exemplo!,,
Foi Sêneca quem disse: "O estudo é uma escola que admite pessoas de qualquer idade,,.
Sim, amigo leitor. Se você está na fase que cha
89
mimos ele terceira idade (alguêm a chama de terceira juventude) nós o incentivamos a continuar a estudar. Vamos inscrever-nos num curso de qualquer assunto que nos
agrade. Tentemos ampliar o conhecimento de uma língua. Adquiramos mais habilidade numa ocupação que sempre tivemos. Não deixemos de assistir a concertos e conferências
de assuntos que nos sejam afins. Participemos de festivais de teatro ou de cinema.
Se o nosso tempo, saúde e meios nos permitirem, continuemos a estudar. Continuaremos a enriquecer a nossa vida.
Só assim daremos o melhor de nós

e poderemos exigir dos outros.
49
.Sim, amigo leitor:
CO NnNUr-MVS A 1SIUDAR

POR MAIS IDADE QUE `!:"ENVIAMOS!
Nós nos manteremos jovens!
S VEGLS FAO FICAMOS SATISPEITOS COM ALGO
que fizemos. Fizemos contrariados. Ninguêtn nos
r~igiu nada e não demos o melhor de nós.
Não permitamos qualquer dificuldade. Acostumemos a exigir muito de nós próprios.
Muito!
Tentemos a perfeição em tudo quanto fizermos. Vamos dar uma satisfação a cada conversa ou
intervenção que fizermos hoje.
91
SUCESSO
Exigir muito de nós mesmos em todos os sentidos fará com que nos sintamos satisfeitos.
Exijamos muito de nós, inclusive naquelas pequenas coisas que fizermos para passar o tempo.
O bicho-da-seda não produziria seda fina, nem a abelha, saboroso mel, se não fossem exigentes consigo mesmos.
Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:

SEJAMOS EXIGENTES, HOJE!

Só assim daremos o melhor de nós e nos sentiremos mais satisfeitos.
416O1
OS TRÊS PRINCÍPIOS
PARA ALCANÇAR O
SUCESSO!
1. objetivo claro; 2.O , meios adequados e 3.°, aplicação.
ASSES PRINCÍPIOS QUE PARECEM RECÉM-SAÍDOS DE UM
livro moderno de organização foram ditos, há séculos, por Aristóteles.
Disse ele: "A forma de se alcançar o sucesso consiste em:
- primeiro: ter uma meta definida, clara, alcançável. Um objetivo a conseguir;
- segundo: ter os meios necessários para conseguir esse objetivo (ou seja, qualidades adequadas, entusiasmo, métodos);
4O.
93
terceiro: aplicar todos os meios para alcançar esses tias
Sim, am o leitor.
Lm primeiro lugar, estabeleçamos um objetivo Para nós mesmos. Não importa que seja alto. Quanto mais alto, mais nos ajudará a crescer. Recordemos Lowel quando diz:
aFracassar não é um crime. Crime é não mirar alto,,.
Fm segundo lugar: Ter ias meios adequados para o objetivo a que nos propusemos, especialmente as capacidades, habilidades e qualidades que nos sirvam para o projeto.
E Goethe, o filósofo alemão, orienta-nos quando diz que ,os desejos são pistas,,. Sim, pistas dos valores ocultos que temos, ansiosos por serem aplicados. Ninguém
pode fazer por nós aquilo que somos capazes de fazer.
E em terceiro lugar, a aplicação. Porque, como Disraeli dizia: "O segredo do sucesso reside na constância da vontade". A pessoa que triunfa é a que une a ação à
decisão.

Sim, amigo leitor-. Sigamos este impulso positivo:

Os TRÊS rRiticínOS PAR,N ALCANÇAR O SUC2- so!

o 11utiuo claro, 2.`1 meros adequados e 3.:"1 aplicação.
SABOREEMOS A VIDA,
HOJE!
Assim, desfrutaremos mais dela

e teremos mais prazer.
JORNALISTA MANULL DLt. ARCO, HÁ MIJU )S
anos, numa das suas peculiares entrevistas em La Vanguardia, perguntou a um taberneiro andaluz: "Como é que se bebe um bom vinho?,, E o taberneiro respondeu: aUm
bom vinho não se bebe. Olha-se para ele. Cheira-se. Saboreia-se. Sorve-se "()linho a (,()linho".
No fim da entrevista, Del Arco, com aquela maneira hábil e emotiva que tinha de acabar fazendo referência a algo importante dito no contexto do
95
FE_l-1:"IDADE
4O.
FELICIDADE
I tipo, dizia: "E: agora, senhores, VOL1 vivei- ai] inha DECIDAMOS UM SER VII\UTO!
FELIZES
Perdão! Vou saborear a minha vida. Vou sor SÓ


1 Bolinho". Ninguém nos pode impedir de também
Sim, amigo leitor: Saboreemos a nossa própria ser feliz no minuto seguinte,
"Ida como um bom vinho e recordemos George -
Clemenceau quando disse: ,Cada vida é uma obra
de arte. Não existe mais belo poema do que o viver
plenamente,,.
Assim, vivamos verso a verso, passo a passo, dia
a dia, sorvo a sorvo.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
SABOREEMOS A VIDA, 1 MP-1
Assim, desfrutaremos mais dela

e teremos mais prazer.
BRAHAM LINCO1,N, OPRIMEIRO PRESIDENTE DOS
Estados Unidos, disse um dia: ,Quase todas as pessoas são tão felizes quanto decidem ser".
Ao meditarmos uni pouco sobre essa frase, cheL,aremos à conclusão de que a felicidade é algo interior; não é um assunto de fora.
Há pessoas que tem muita fama, muito dinheiro, muito prestígio e não são felizes. Outros, com muito menos, são. Logo, o que é a felicidade % É algo interior.
96
97
FELICIDADE
Amigo leitor: Decidamos sentir-nos felizes só um minuto. Ninguém nos pode impedir de também o ser no minuto seguinte.
A felicidade depende da nossa intenção.
Com o seu inteligente senso de humor, George Bernard Shaw, o autor de Pigmalião, disse certa vez: ,,Não sei se sou feliz, mas sei, sim, que nunca tive tempo de ser
infeliz".
O que é a felicidade? Alguém disse: "É um estado agradável de espírito". Outro disse: " É a harmonia entre o que você sente e o que é". E mais alguém afirmou: "Equilíbrio
e Paz,. As três afirmações referem-se a algo que acontece no nosso interior. Proponhamo-nos Bom Estado de Espírito, Harmonia, Equilíbrio e Paz, e a felicidade nascerá
dentro de nós, porque a felicidade não está nas coisas de fora.
Coloquemos a nós próprios este objetivo: Quero ser feliz por dentro. Ninguém me vai impedir.

Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:

DECIDAMOS SER PFLIZLS SO UM MINUTO!

Ninguém nos pode impedir de também

o ser no minuto seguinte.
REPAREMOS __\O QUE
TEMOS, EM VEZ DE
PENSARMOS NO QUE
QUEREMOS!
Sentiremos um prazer

interior.
PLN:" ADOR FIKNAVDO SAVATER ESCREVEU RL
centemente numa das suas obras: ,Clianianios felicidade ao que queremos, por isso vemos a felicidade como algo perpetuamente perdido, à deriva".
Sonhamos com a beleza das montanhas longínquas e não reparamos na beleza das flores do riosso jardim.
A felicidade não é como esse grão de poeira que, às vezes, vemos na nossa própria retina e persegui
1O91
99
FELICIDADE
4O.
FIDELIDADE
mos no nosso olho, em vão, tentando alcançá-la e que sempre nos logo. Ao procurarmos esse grão de poeira não nos apercebemos de como é linda a paisagem que vemos
completamente e que temos à nossa treme. Isso o que importa.
Reparemos no que temos, em vez de pensarmos sempre, angustiados, no que queremos.
Quais as coisas boas cone que contamos Com a nossa família. Com as pessoas que gostam de nós, de quem gostamos. Com os amigos que temos. Com o nosso trabalho. Com
os nossos gostos pessoais. Com as nossas habilidades. Com as coisas que nos restara de todas as que ganhamos. A cidade em que vivemos. A casa em que habitamos e
aquelas coisas que, de graça recebemos todos os dias: a saúde, o amor, a amizade, o Sol e qualquer das muitas coisas que tornam a nossa vida agradável. Isso é tudo
quanto temos.
Sim, amigo leitor, recordemos Bernard Banrch, quando diz: "Uma pessoa pobre pode ser feliz, mas nenhuma pessoa feliz pode ser pobre,,.

Sigamos este impulso positivo, amigo leitor:

Ri eARF\ios No `ui rl_ntos, r,Nt r:r t"- i:"EtisA RN 1 s Nr ur c2ur:rratus!

Sentt7-ernos uma grande paz interior.
SEJAMOS FIÉIS A \ÓS
PRÓPRIOS!
Porque ninguém no mundo pode fazer

por nós o que com a nossa personalidade

podemos chegar a fazer.
4O1
cRrroi~ O- Mn~nmo uiz ç t L o MAIOR
Mi
lagre do mundo é você. Uni milagre diferente, especial, único.
Nunca existiu na Historia da Humanidade uma pessoa igual a você. Nem nunca existirá. Se nas impressões digitais somos todos diferentes, como não seremos na nossa
personalidade?
1OO
1O1
1*
FLEXIBILIDADE
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

Si )AMOS 1:11:"1,S A NÓS
Porque ninguém no mundo pode fazer por nós o que com a nossa personalidade podemos chegara fazer.
Todos somos diferentes! Mais ainda: Você é diferente!
SEJAMOS FLEXÍVEIS \AS
OSSAS OPI\ IÕES!
! ssim, o vento tempestuoso da discussão nada poderá contra nós.
O T ALMUDE, C) I.IVK~ SAGRAllC) DCS JUDEUS,
consta: ,Sede suaves e flexíveis como o junco. Nunca duros e i-ígidus como uma cana seca".
Amuo leitor: Alguma vez, em plena discussão, defendendo uma idéia, percebemos que ela não era tão absoluta e definitiva como julgávamos:" O que fü.emos % Nós a mantivemos,
tentando proteger uma cana seca, Reconhecemos a mudança, sendo flexíveis como um junco
1O3
FUTURO
Que as nossas opinióes sejam sempre um caminho em busca constante da verdade, porque quem tem sempre o total domínio da verdade?
Um filósofo disse certa vez: ,Mais vale voltarmos a ficar brancos do que nos mantermos vermelhos de vergonha sempre, ao tentarmos manter viva uma idéia em que já
não acreditamos" .
Sempre juncos. Canas secas nunca reais.

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
SEJAMOS PLEXIVE:IS NAS NOSSAS OPI,NIOESI

Assim, o vento tempestuoso da discussão

nada poderá contra nós.
SÃO AOS ANGUSTIEMOS
COM O FUTURO, HOJE!
Hoje estamos vivendo nele

e as coisas nao saio assim faio mas.
S VEZES SENTIMOS, PELA MANHA, UM MIÁM IML
rior pelo que possa vir a acontecer-nos durante o dia.
Um filósofo da Antigüidade, certa vez disse: ,,Atravessaremos a ponte quando chegarmos ao rio".
Que o futuro não nos angustie, amigo leitor.
Um dia nós tivemos medo dele. Hoje estamos vivendo nele e as coisas não são assim tão más.
Estamos atravessando a ponte e a atravessamos bem. Não é como receávamos. Então, por que o resto do caminho há de ser pior?
1O5
Caminhemos decididos, fixando-nos no terreno
em que pisamos. liemos os nossos passos com segurança.
Sigamos este Impulso posrtr,:"o:
NAO NUS ANGUSTIEh1()s C()!N1 o L UTURO, Imil !
Atravessaremos a ponte quando

chegarmos ao rio.
41
FUTURO
INTERESSEMO-NOS PELO

FUTURO, HOJE!
issim, caminharemos com mais segurança em direção a ele.
soCI6LOOO ALViN Tol I LER, 1:h1 SLU LIVRO
O choque do futuro, cita uma frase que mais é um pedido. Diz ele: aO mundo precisa de pessoas que tenham o futuro na medula dos ossos".
Qual é a nossa atitude perante o futuro, amigo leitor? Há dois pontos extremos. Aquelas pessoas que andam de costas para o futuro ensimesmandose no seu próprio passado.
Há outras que criam as suas próprias circunstâncias, interessando-se pelo futuro.
1O7
Como disse o escritor Charles Kettering: -Estou muito interessado no futuro, porque vai ser nele que vou passar o resto da minha vida".
E óbvio que não podemos controlar totalmente o nosso futuro, pois há circunstâncias imprevisíveis que podem alterar o que esperamos dele, mas podemos orientar a
nossa própria atitude para os anos vindouros. Mantenhamos os pés no hoje, mas deixemos que a nossa mente não tema e aponte, confiante, para o amanhã.

Sigamos este impulso positivo:
1NTI:RESSUMO-NOS PELO PUTURO, HOJE!

Assim, caminharemos corn mais segurança

em direção a ele.
NOS MOMENTOS
DIFÍCEIS,
VIA~TEI~HAVIOS O
SE\SO DE HUMOR!
Assim, evitaremos que aumente

a desmoralização.
ONTA-SE QUF DURANTE A ÚLTIMA GUERRA NIUN
dial, no inesperado ataque japonês a Cingapura, o general das tropas aliadas naquela área, reuniu os chefes oficiais e, com mapas, relatórios e fotografias, expôs-lhes
a gravidade da situação.
O ambiente que se criou foi tenso, preocupaste, quase angustiante. O momento e as circunstâncias eram verdadeiramente ruins e o moral muito baixo.
1O9
Dizem que, então, um jovem oficial inglês levantou-se e, decidido, amlentou: aPoderia ser pior,
senhor,.
Todos olharam para ele admirados e ele continuou com toda a segurança: ,Poderia estar chovendo!"
Contam que esse episódio aliviou o clima negativo. Esse caso pode ser verdadeiro ou não, mas às vezes podemos recordá-lo em situações em que precisamos romper um
clima tenso.
Tentemos fazer isso logo na primeira vez que acharmos oportuno. Nunca saberemos se não funciona se não tivermos experimentado.
Amuo leitor, srgarnos este impulso positivo:
Nos X1O1NIENTOS t)rríCEis,
~9AN7:"eNHA,btc)S OSENSO) I)E. HUMOR!
Assira, evitaremos que aumente a desmoralização.
LEALDADE

INTERPRETEMOS BEM
U \OSSO PAPEL, HOJE!
Assim, como autor e como ator,

ficaremos satisfeitos.
LGUÍ,M ESCREVEU CeR A vez: SI, ABO
_O por não conseguir que os outr()s sejam covocê quer que eles sejam, pois nei-11 você mesmo
consegue ser como você queria".
Pirandello falou-nos, em Seis personagens ã procura de um autor, da vida independente que elas têm, à margem do próprio escritor.
Shakespeare dizia que teve de n-iatar o Príncipe ?Mercúrio no primeiro ato de Romeu e Julieta, senão esta personagem teria matado Roamu, tal era a importância que,
sem pensar nisso, ele própria ia adquirindo na obra.
4O1
1 1O
OBJETIVO
LEALDA DE
Segundo vários autores, as personagens adquirem vida própria, chegando a atuar em algumas ocasiões de uma maneira bem diferente daquela que ele, conto autor, imaginara
a principio.
Isso também não acontece conosco?
Não sentimos, às vezes, como se no nosso interior, cada uni de nós, levasse um autor e tini ator sempre a discutirem? U escritor que está lá dentro cria na sua
mente um aa história, uma vida, que, freqüentemente, o ator, que é o próprio autor, não interpreta bem na vida real.
Sozinhos, em frente do espelho, já nos recriminar-nos muitas vezes, dizendo: "Por que é que você agiu assim? Por que saiu do papel que, para você, eu tinha escrito
com tanto cuidado?"
Vigiemos hoje a nossa atuação em cena, na vida. Sejamos fiéis ao papel que nós, autores, escrevemos, para ser interpretado por nós mesmos, como atores. Interpretemos
corretamente o papel do nosso dia, hoj e.

Sigamos este impulso posr ivo:

INyERPRETE,,jç)S BEM ONOSSO PAPLL, nd1E!

Asstrr7, como autor e como ator,

fïcaremos satisfeitos.
41O1
PONHAMOS UM
PROJETO EM -NOSSA
VIDA, HOJE!
Assim, teremos algo com que

nos alegrar no futuro.
112
ONTAM QUE, DIAS DEPOIS DE TER ATINGIDO O
pico do Everest, perguntaram ao alpinista Edmund 1lillarv: ,Por que escalou o Everest?,,
Dizem que ele, sorridente e seguro, respondeu:
-Porque ele estava ali e me chamava!
Amigo leitor: Ponhamos um projeto em nossa vida, hoje.
Desenhemos o nosso próprio Everest, que nos atraia, que nos encha cie ilusões, de tal forma que só pelo fato de o vermos fiquemos alegres!
113
OBJETI,VG
41.
Uma provocação, um desafio às nossas possibilidades. Não importa a altura, o motivo, que nos anima a escalá-lo.
Pode ser: acabar os estudos, aprender um esporte oU Uma hngUa, tocai" uni instrunlenlo, escreNCI, um livro, educar um filho, mudar de casa ou de carro, fazer uma
viagem.
Amigo leitor:
PONHAMOS UM PROJUO 1:M NOSSA LIDA, HOJE!
Assim, teremos algo que nos atraia

e que alegre o nosso futuro.
MIREMOS ALTO, HOJE!
Isso despertara as nossas energias interiores.
NTA UMA LLND!\ INDÍGENA QUE UM JOVLM, DESDE
crianç.i, habituara-se a disparar as suas flechas para a Lua, com a intenção de alcançá-la. Um dia, o cacique anunciou que concederia a mão de sua filha a quem lançasse
flechas mais alto e mais distante.
Naturalmente, o nosso personagem foi quem casou com a índia e conseguiu depois governar a tribo.
Hena- Kaiser escreveu: "Não erra quem põe os alvos muito altos, mas sim quem os coloca rentes ao
115
OBJETIVO
chão. Um objetivo alto aviva as nossas energias físicas e morais".

Não há nada de errado em apontar para a Lua. Talvez não consigamos tocá-la, mas teremos mais possibilidades de alcançar uma estrela.


Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:


MIRLNR)s -vUM, 11()11


Isso despertará as nossas energias interiores.
TIREMOS PRAZER DO
CAVIIl\HO, HOJE!
,io deixemos que o objetivo nos angustie.
UM PLQUENO POVOADO Díw NEVADA, NOS Es
tados Unidos, há o costume de todos os adolescentes terem de subir uma alta e escarpada montanha, muito difícil de escalar e, unia Vez lá em cima, escreverem o seu
nome num pergaminho ali guardado, dentro de um tubo metálico.
Bob jantes, uni adolescente desse povoado, explicou-me que um dia decidiu, conto todos os adolescentes daquela região, escalar a montanha. Ao fim de algumas horas
estava exausto. Sentou-se para re
117
OBJET IVO
ctupperar as forças e, então segundo me confessou, p,,,rcebeu um novo mundo que nunca vira antes. A lirhha do horizonte, bordejada pelas montanhas, era quase branca,
azulando-se ao chegar ao zênite ou: ao pronto reais alto do céu, sobre sua cabeça. A montar~lha, cinzenta de aço; os vales, verde-luminosos. O gado que neles pastara
movia-se como a seara, em
O11
das. A medida que() Sol ia subindo, a paisagem 111VUdava de cor. -Não subi até o cume -disse-me B(,,b-, mas naquelas horas surgiu em mim o desejo
de ser escritor,,. Bob escreveu já vários livros. É dele
est e pensamento: <Mais importante que sermos rígi jos na realização de um objetivo, e sermos cons
tau tes na percepção e na procura do nosso verdadei
ro e pessoal ob):"etivo, e este, muitas vezes, envontramos no caminho,,.
OBJETIVO
Aw
U_:"\_611J1AMOS MUITO
CUIDADO AO
ESTABLECERNOS OS
NOSSOS OBJETIVOS!
Porque pode ser que os consigamos.
M AMIGO MEU CERTA VF7 SE CANDIDATOU A UMAS
eleições e... ganhou! Como se sentiu mal depois! Não era um objetivo adequado às suas habilidades e capacidades. Havia-se candidatado apenas por pressão, por amor
próprio, não por convicção.
Estabeleçamos os nossos objetivos como o arqueólogo tem na sua mente gravado a fogo o objeto que procura e anseia encontrar. Ninguém encontrou ainda, em Arqueologia,
algo não que estivesse apaixonadamente impresso no seu pensamento.
Diz John Burroughs: "Uma pessoa cujo olhar
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
TIRi:mos PRA/HR DO CAMINHO, HOJE!
Não deixemos que o objetivo nos angustie.
119
OBJETIVO
esteja cheio de relíquias indígenas, irá encontrá-las em todos os lados por onde passar. São vivamente reconhecidas, porque o olhar recebeu a missão de encontrá-las".
Não escolhamos os nossos objetivos ao acaso, Por Pressão, por interesses criados. Vamos csw1hêl:") com precisão porque, como diz Clement Stone: aA precisão no objetivo
é o ponto de partida para qualquer triunfo,,.
Sim, amigo leitor. O nosso impulso positivo de hoje é:

TENHAMOS MUITO CUIDADO AO ESTABELECERMOS OS NOSSOS OBJETIVOS!

Porque pode ser que os consigamos.
4O
VAMOS DAR UM NOVO
PASSO, HOJE!
Assim, iremos aproximando-nos

da nossa Lua.
YRANO DF. BERGERAC CONTA COMO CONSEGUIU
chegar ao nosso satélite para distrair o Cavaleiro de Guixe, evitando que interrompesse o casamento da sua amada Roxana com Cristian.
Cyrano de Bergerac inventou uma fantástica viagem. Vejamos a descrição, nos versos de Edmund Rostand:
"Uma pessoa senta-se sobre um disco de ferro.
Depois atira ao ar um pouco de ímã.
O disco vai atrás dele, como o cão, atrás de seu dono.
Apanha no ar. Atira-se novamente.
O disco dá outro salto para subir atrás do ima.
E assim pode continuar indefinidamente,,.
121
OBJETIVO
l:"isei"os Para nós um alto objetivo: A Nossa Lua. L passo a passo, dividindo-o em pequenas metas e em porcóes menores de tempo, iremos aproximando-nos dela, lançando
pouco a pouco o nosso ímã para que atraia o nosso disco de ferro. Por
maior que seja o boi, podemos sempre comê-lo pedacinho por pedacinho.
Amigo Tenor, sigamos este impulso positivo:
VAMOS DAR UM NOVO PASSO, HOJE!
E, assim, iremos aproximando-nos da nossa Lua.
LIGUEMO-NOS AOS
NOSSOS DESEJOS, HOJE!
ssim, chegaremos a ser amanhã aquilo que somos capazes de ser.
4O
LAROI NAO PODEMOS QUERER, COM UMA IDADE
avançada, participar nos Jogos Olímpicos em corridas de cem metros.
Não podemos desejar, dar hoje a volta ao mundo se não tivermos dinheiro suficiente.
Mas hâ desejos que falam conosco, e não podemos estar desatentos. Ouçamos o que eles dizem. liemos importância a eles.
Goethe, o pensador alemão, disse certa vez: ,Os nossos desejos são pressentimentos das qualidades

123
OBJETIVO
que jazeml em nós. Prenuncio do que somos capazes de fazer,,.
Apunha vez, amigo leitor, sentiu no seu interior um deseja íntimo que lhe pedia para pór à prova as suas própfvias qualidades%
Sigamos, Pois, amigo leitor, este impulso positivo: LIGU LvIU-wc)s AOS NOSSOS utsrJc s, Itu~t~
Assim, chegaremos a ser amanhã aquilo que

somos capazes de ser.
4O1
ALCA\CEVIOS UM
OBJETIVO, HOJE!
Assim) iremos construindo o nosso

<<quebra-cabeças" pessoal.
IG ZIGLAR, O AUTOR DA OBRA DL AUTO- REALIZAÇÃO
pessoal Eu chego lã, diz: a,O que você obtém ao alcançar os seus objetivos não é tão importante como aquilo em que se converte pelo fato de os ter alcançado".
Cada objetivo que conseguimos é como uma peça que construímos do quebra-cabeças da nossa personalidade. Alcançando objetivos, vamos construindo nós próprios, passo
a passo, peça por peça. Se às vezes fazemos algo, só por dinheiro, por pres
OBJETIVO
124
125
OBJETIVO
são ou por interesses outros, ~emus, ao colocar a
Peça, que esta não encaixa nas outras, porque não é desse jogo. Frustramo-nos. Dc qualquer forma Vamos construindo este curioso quebra-cabeças. Oque acontece é
que ninguém nos dá o modelo. Oplano vai sendo desenhado por ncís enquanto vivemos, ao mesmo tempo em que atuamos e fazeMOS as peças, conquistamos metas e, às vezes,
o tempo acaba-se sem termos concluído os nossos objetivos.
Amigo leitor: Prossigamos na tarefa de construir as peças do nosso quebra-cabeças, que são as metas que conseguimos e, se elas encaixarem teremos a certeza de termos
sido fiéis a nós próprios.

Sigamos este impulso positivo:
ALCANCLmo S UM CBJF:"T1VO, H~~I?I

Assim, iremos construindo o nosso

"quebra-cabeças,, pessoal.
SEJAMOS SO OLHOS,
HOJE!
Assim, observaremos muitas coisas,

quem sabe se pela primeira vez.
~CAPACUADF Uri OBSERVAÇAO t AI GO QUL, DFVi
do à pressão que recebemos dos milhares de impactos visuais à nossa volta, especialmente hoje, vamos perdendo.
Como é o desenho do mostrador do nosso relógio? Saberíamos desenhá-lo? De que cor são os olhos das pessoas com quem normalmente lidamos todos os dias? Como estava
vestida a última pessoa com quem tratei ontem?
Se é verdade, como diz Plauto, escritor latino,
127
OBJETIVO
que: Xale mais um testemunho de vista que de ouvido", nós -que temos a felicidade de poder veraperfeiçoemos a nossa capacidade de observação. Sejamos só olhos, hoje.
Pois, de acordo com Plauto, em sua obra:
Os que ouvem dizem o que ouviram, mas os que vêm sabem com certeza,,.
E se seguirmos as orientações de Sêneca:
"As pessoas acreditam mais facilmente nos olhos do que nos ouvidos,,.
Utilizemos, pois, a nossa vista, nós, os que temos a sorte de a ter, para recordarmos coisas e acreditar nelas depois de as recordarmos. Nunca, por mais que o tentemos,
aproveitaremos suficientemente a nossa capacidade de observação visual.

Sigamos este impulso positivo:
SFjAMOS sb OLHOS, HOJE!

Assim, observaremos muitas coisas, quem sabe

se pela primeira vez.
OBJETIVO

SE QUEREMOS
CO- SEGUIR ALGO
DIFÍCIL, PE- SEIOS
\ISSO TODOS OS DIAS.
491
(-)1 ESSL OCl)NSLLHI) ç,)LE RECLBI DE UUNCA~y
Ehlers, pedagobo britânico, lia alguns anos, e para, mim deu resultados positivos.
Sim. Pensemos todos os dias no objetivo qoe sonhamos alcançar. Encontraremos meios em Vosso caminho que, de maneira consciente ou inconsciente, iremos adequando
aos nossos desejos.
Sim diria-me Duncan-: O padrão para se conseguirem objetivos consiste em traçar um planejamento adequado, ou seja:
128
129
OBJETIVO
1.° definir o objetivo;
2.° fazer um inventário das capacidades,
3.° dividir o objetivo em longo, médio e cur
to prazos;
4.° analisar os meios necessários;
5.° fazer um orçamento de esforços;
6.° controlar para ver se consc Íuimos parcial
mente os prazos, para evitar desvios". Essas normas encontram-se em todos os ma
nuais internacionais de organização, mas o que ne
les não consta, geralmente, é ter diariamente em
nosso pensamento o objetivo que desejamos con
seguir.
Experimentemos. Sigamos este impulso positivo, começando hoje mesmo, amigo leitor:

SL QUEREMOS CONSEGUIR ALGO DIPLCIL,

PENSEMOS NISSO TODOS OS DIAS.
SAIBAMOS PARA O\DE
VAMOS, HOJE!
Assim, nosso caminho será mais seguro

e mais direto.
MUNDO DÁ PASSAGEM AS PESSOAS QUL SABI M
pai onde vão,,, escreveu Emerson.
Imagine, amigo leitor, um barco saindo de um porto, com sua tripulação, sua carita, seu chefe de máquina e, em alto mar, o capitão pergunta: "Rapazes, para onde
é que vamos?" Seria absurdo. Nenhum barco se lança ao mar sem saber para que porto se dirige, nenhum avião levanta vôo sem ter a clara idéia do aeroporto onde vai
aterrizar.
Nossa vida é, por acaso, menos importante que
4.
131
OPORTUNIDADE
um barco ou uni a,1ão :" Para onde Vamos? Qual a direção que estamos tomando em mossa vida?
No fim do filme "Vidas Rebeldes", lNlarilvn Monroe pergunta a Clark Gable, q ue conduz. o caminhão pelo deserto: "Como é que sabe para onde vamos?" E ele responde:
-Sigo sempre aquela estrela e nunca me perdi. SeniPre chego a casa".
Rabindranath :"Í agore deixou-lios escrito algo semelhante: ,Se quiseres fazer direito o teu sulco, ata o teu arado a um~I estrela,.
Qual é a estrela que guia o nosso caminho? Qual o sentido que estou dando à minha vida?
Mexo-me muito, mis Para onde vou?

_Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

SAIBAMOS PARA O1-vDE VAw()s, HOJE!

Assim, o nosso c minho sc roí rn zis seguro

e mais direto
APROVEITEMOS UMA
OPORTUNIDADE, HOJE!
Amanhã pode ser tarde.
ONIBUS PA MESMA OPORTUNIDADE NAO COSTUMA
passar duas vezes", dizia o Dr. John Sainler.
Às vezes, amigo leitor, esteve à nossa porta tocando a campanhia, convidando-nos a subir, o ônibus da oportunidade. Todos nos lembramos de uma possibilidade que
não soubemos ou não quisemos aproveitar naquele momento. No entanto, o ônibus continuou a andar e vimos como outra pessoa -um amigo, um conhecido- se decidiu a subir.
Pensamos,
,-
133
OPORTUNIDADE
então: "Vai v er só! Ele ainda vai cair, tentando apanhar o ônibus andando,,. Só que aconteceu isso e, ao fim de algum tempo, vimos como tudo lhe deu certo, por
ter subido no ônibus da oportunidade que nós não quisemos tomar. E sequer tinha tantas capacidades ou habilidades como nós, mas ele tinha algo mais que naquele momento
nos faltou: decisão, confiança, segurança.
O escritor Furthergrill disse certa vez: "A decisão não nos dota de capacidades mas, com ela, podemos conseguir tanto como se já possuíssemos aquelas qualidades".
:"remos hoje diante de nós uma oportunidade?
Recordemos o princípio do Dr. Sainler: " O ônibus da mesma oportunidade não costuma passar duas vezes,. Só nos falta decisão, hoje. Vamos pegá-lo!

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

APROI:"EITFNIOS UMA OPORTUNIDADE, HOJE!

Amanhã pode ser tarde.
PENSAMENTO
PENSEMOS QUE
PODEMOS, HOJE!
Só ganham aqueles que pensam

que podem ganhar.
L PENSARMOS QUE ES:"PAMOS VENCIDOS, VENCIDOS
estamos.
Se pensarmos que não nos atrevemos, não o fa
remos.
Se pensarmos que gostaríamos de ganhar, mas
não podemos... não ganhamos.
Isso porque "todo mundo é aquilo que pensa
Essa frase de Marco Aurélio, imperador romano, de alguma forma nos recorda o texto escrito pelo Dr. Christian Barnard, o cirurgião que fez o
134
135
PENSAMENTO
P E R F E 1 C A O
f
primeiro transplante do coração. Dizia ele: "Tudo está em nossa mente. Quantas corridas se perderam antes de termos corrido! Pense pequeno e ficam para trás, mas
se pensar grande, os seus feitos crescerão. Pense que pode e poderá. "Tudo está no estado mental. porque, mais cedo ou mais tarde, a pessoa que ganha... é aquela
que pensou que podia
fazê-lo".
Amigo leitor:
PENSPMOS (QUE PODEMCS, HUjE1

Assim, teremos mais possibilidades de ganhar.
FAÇAMOS AS COISAS
SIMPLES, HOJE!
Assim, estaremos aproximando-nos

da perfeição.
i
uN1:"AM `UP., CERTA V:"t l, Ui-1 IiSCUI-1-ç_)R YEKGUN
tou a Michelangelo:
-Grande Mestre como é que sabe que uma escultura, uma obra de arte, está acabada:"
Michelangelo respondeu:
-Quando você pensar que está acabada, leve-a até o alto de um monte e atire-a pela encosta. Tudo o que se desprender dela era desnecessário.
Que grande intenção tinha o conselho: a perfeição está na simplicidade!
136
137
4O
PERSISTENCIA
I3roeuremos soluções simples, façamos percursos simples, demos explicações simples, preparemos
projetos simples, porque a perfeição está na simplicidade.
Amigo leitor:
F: vç:"vvms :Xs CuISAS,in,ti i.rs, Ho~r!
Assim, estaremos aproximando-nos da perfeição.
CO\VERTAMOS OLEITE
EM MANTEIGA!
Assim, evitaremos afogar-nos.
~ns~n~Tr. CONHECIDA A 1ABULA DA, DUAS RA, QUE
can-in numa vasilha cheia de leite. Uma delas desistiu, não tez nada e afogou-se. A outra começou a mexeras patas constantemente, com força, com entusiasmo, numa
tentativa desesperada para evitar afogar-se e conse uiu converter o leite em manteiga com u mexer das paras. A força da constância e a sua atinide positiva salvaram-na
de se afogar.
por mais aflitos que esteiamOS mesmo prestes a afogar-nos, podemos sempre seguir o exemplo da
139
AW
PERSISTENCIA
segunda rã e sala-armo-nos raças ao nosso intenso esforço.
Uni pensamento do escritor Robert CaVett lembra-nos a historia das duas rãs. L este: ,NíngUC111 se
lt:"h 1 por c lis 11,-, á~ ua. So se afo(;a Se ali ficar Sim, amigo Icitor. Sigamos estt, irnpirlso positivo:
C()tiv11ZJAM s 1. 1M h1AITIACA!
Assim, evzta7-emos afogar-nos.
DESCANSEMOS, VIAS NÃO
DESISTAMOS, HOJE!
A meta talvez esteja

na próxima curva.
416O.
S V:"F7t:S ESTIVEMOS QUASE. A DESISTIR E, NA,) UE
sistindo, comemoramos depois essa decisão. Por quês Em nossa luta contra as circunstâncias, descansamos, mas não desistimos. Agüentamos mais uni round.
Vejamos estes pensamentos de Briceno de Tordova:
141
PE RSIBTENOIA
PERS16TENC1A
142
14,1
MA\TE\NAVIO-\OS
<Quando as coisas correrem mal como, às ve Essa é a nossa E-M postura PÉ!
natural.
zes, costumam correr...
"Quando o seu caminho forem apenas encostas
para subir...
"Quando vocc tiver poucos haveres, mas imi

to para pagar e...
"precisar sorrir, mesmo tendo de chorar... 416O
"Quando a dor o sufocar e já não conseguir so

frer.
"Quando tudo estiver pior, devemos insistir! "Descansar talvez, mas nunca desistir!,,

Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:

DES(-ANSLMOS, MAS NAO I)LSISTAMOS, HOJE!

A meta talvez esteja na próxima curva.
Á NOS ACONTECEU TLRMOS CAIRO L PI: MORARMOS A
levantar-nos, como se não nos sentíssemos bem, como se desejássemos que alguém nos passasse a mão pelas costas. Sentimos pena de nós mesmos. Caímos no angustiante
poço da autocompaixão.
Todos podemos cair; todos caímos já e haveremos de cair ainda. Mas recordemos Confúcio quando diz: "A nossa maior glória não está em nunca cair, mas em levantarmos
sempre, cada vez que caimos,,.
Ponhamo-nos, pois, em pé. Voltemos a ser como antes.
143
PERSISTENCIA
E isso que OS outros esperam de nós.
E façamos isso do modo mais simples. Sem grandes anúncios. Sem nos vangloriarmos disso.
Sem dizer a todo mundo quanto nos custou e como o fizemos bem.
Se cairmos, levantemo-nos rapidamente. Sacudamos o pó do caminho e sigamos em frente, mantendo-nos em pé.
Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:
MANI:"EM iAMO-NOS EM PÉ!
Essa é a nossa postura natural.
Assim, melhoraremos.
REgI LN:"I:"LMt.N:"tl: SINOS çI T:"IN.AllOS LM SLRMOS PER
feitos e, ao vermos que não somos, sentimo-nos frustrados.
Não nos julguemos na posse da y crdade. Desde que o inundo existe, cada nnl tem a Stla r,mão, mas onde está a verdade Talvez seja a soma ponderada de todas as razúes.
Não nos angustie o tato de 11ÃO sermos perfeitos. ~) ser humano não pode ser totalmente perfeito.
Uma obra de arte chega mais perto da perfeição.
PERSONALIDADE
NÃO \OS A\GUSTIEVIOS
POR \ÃO SERMOS
PERFEITOS, HOJE!
144
145
PERSONALIDADE
4O
PERSONALIDADE
O D:"1~, R l de hlichc]angelo, a :"11nua Lisa de Leo
nardo cia Vinca, a Toccata e Fuga um Ré Menor de B ac h ...
Com quem gostaríamos mais de talar, se tosse possível, com CCrVanICS ou com Dom Quixote? Com Shakespeare ou com Hamlet? Com Calderón O1-1 Com SC(;1S111undo?
DO111 Quixote, 1fa111let O11 Segismundo são
obras de arte. Quase perfeitas; são amovíveis, permanentes, ruas nós estamos mudando sempre num processo criativo de enriquecimento.

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

NAO NUS ANGUS 11-MOS POR INA() SLR.MOS PERPI:110S, iloji:I

Assim, melhoraremos.
TEMOS DE VOLTAR
A SÓS PRÓPRIOS!
1
ssirn, compreenderemos mel%or os outros,
11
1
146
UV:"ID-lOS QUE O ORÁCULO PERGUNTA A ME)ÉIA,
a heroína da tragédia grega homônima, quando tudo está perdido: ,Medéia, tudo está destruído; tudo de,apareceu. O que é que resta?- 1` Medéia responde solene: ,Resto
eu,,.
O que isso quer dizer? Resta tudo. Fu resto!
Sim, amigo leitor. Temos de voltar a nós pró prios. Ao nosso eu interior. Ao começarmos a reconhecer a nossa importância, recuperaremos o res
147
PERSONALIDADE
PERSONALIDADE
4O1
peito por nós próprios, gostaremos mais de nós, compreenderemos que todas as coisas partem de nós e assua seremos capazes de dar e compreender melhor os outros.
Antoine de Saint I supérv, o autor de O pe<ineno prrncipc, diz num dos seus livros: "Talvez o amor seja o processo pelo qual eu conduzo você delicadamente de volta
a si mesmo". "Eu não tenho uma definição para o amor" -continua a dizer-, "mas esta parece-me quase a mais perfeita que já ouvi."
Amar é ajudar a outra pessoa a regressar, delicadamente, a si mesma. Não a quem eu quero que ela seja, mas a quem no fundo ela é.
SIM, ilmigo leitor. Sigamos este impulso positivo:

TE,NIOS Dr: A-OLTAR A NÓS PRÓPRIOS!

Assim, compreenderemos melhor os outros.
PROCUREMOS DE\TRO

DE \ OS, HOJE!
Porque lá dentro está o segredo.

Lá está a mais sólida

das ferramentas.
i POETA Ab1ADO NIiRvO DISSO-NOS:
,,Procura dentro de ti a solução de todos os problemas, até daqueles que julgas mais estertores e materiais.
-1Jentro de ti está o segredo.
"Z)entro de ti estão estendidas todas as pontes.
-Mesmo para abrires caminho na floresta virgem, mesmo para erguer um muro, mesmo para construir uma ponte, tens de procurar em ti o segredo.
148 -- 4.
149
PERSONALIDADE
Amigo leitor:
PROCURE~1US DFNTRO DE NOS, FIOJI-!
Porque lá dentro está o segredo. Lá está a mais

sólida das ferramentas.
"Antes de pegares no machado mais afiado, na Picareta mais dura, na pá mais resistente, entra no teu interior e 1 en,unta.
"1 )entro de ti tens a mais sólida das ferramentas, a luz misteriosa cie todos os segredos".
4O
ESCULPAMOS A NOSSA
TERSO\ALIDADE, HOJE!
Porque tudo está dentro do mármore.
a


v
ONfA-SE QUE, NOS ARREDORES DE LONDRES, UNI
escultor tinha o seu estúdio, visível da rua. Certa vez recebeu um grande bloco de mármore e começou a esculpi-lo.
Um menino que diariamente passava por ali, a caminho da escola, seguia muito interessado a sua obra. NIo fim, surgiu um maravilhoso leão, esculpido pelo artista.
Então, o menino, curioso e fascinado, perguntou:
151

Este livro foi digitalizado por Raimundo do Vale Lucas, com a
intenção de dar aos cegos a oportunidade de apreciarem mais uma
manifestação do pensamento humano..
zu~t<<.lrtrr nt~ ~~.t~u,~~~ zs,~ opyi~ anh.t°cl ~nr~u~/ nsjudun ,~jç~ suu~n~:"rS

~rnn-~s~ usou rh rtrd
,ou : nl~.~u~ut... uI u:"t~I~~h ut}xt~l oulo.~ `s~~t~[at+_tta
so soho]
souta~j ~_t
un:"ul Ill:" ,Id,)1 )LI .)nu[1LIO O:"1! uV
111+ :"1 S.) riluuu 1,1r1r~i~s ~w . nb ~1owlrut 11 r rlulu 11,_11-v11 oc1nl,~1 oiurt.~) ¡sim(l ti, W.
rril~ l t 1 .l. i i,udonl rns rP r1m~n~s~ r
IH: :"\.l ll+:"C1 C1S1111 U :"U1
Po~1 ,l "~1oul irul ~f~ o~u~~l
uulol : nb t : I P) )".)I) t:".ttid op
CIII Vnu O 11, [[1 1P-USIIVUr `5L_Il1JIt11S~1 SYL111
I U til:" .II:I_f) 1, 1.1,) JSStp oiJ:"I1rlmpil~

i~n utrlti. .,nh ., . nh ~~ ,~1oul.trul ,~ o.?u[y
u i ï hl , ,i1 rl) u, inu ,,u O1Li (1 a.~1 SOpo,1,
nulrw oh o1tu.,E, r:~r1S~ oe~~ o nib rtclrs
1~ l~u.,s o ,nb .~ nuto.~ Nu1~n~sJ 1oi~u,~s `~lnas.j
7 1~VNOSN?d
41O1
PERSONALIDADE
ENTENDA-MOS
A VELOCIDADE
DO RIO, HOJE!
Assim, compreenderemos melhor

o ritmo do nosso tempo.
LUXIS CARRIL, NO SEU LIVRO U 11OO1:11, fSSf,
desconhecido, faz uma curiosa analogia entre o rio e o tempo. Diz que a velocidade da corrente da água é permanente, constante. Avança sempre com a mesma rapidez.
Se nos pusermos a correr pela margem, seguindo o rio, à medida que nos cansamos vamos fazendo a nossa marcha de forma cada vez mais lenta. Por isso nos parece que
a água do rio vai mais rápida, quando, na realidade, fomos nós e não a corrente de água, quem mudou o ritmo.
753
PERSONALIDADE
lw
PERSONALIDADE
Por isso, quando somos pequen( )SI parecem muito longos os anos. Quando jovens, -também demoram a passar e, na maturidade, cOmentamos: "Como o tempo passa!,,, sem
perceber que a velocidade dos anos é a mesma. O que é d_ifereute é o metabolismo de crescimento de uma cri ança, de um jovem, de uma pessoa madura e de um velho.
Aproveitemos a analogia do rio e do tempo e demos à nossa vida o ritmo e o movime rito oportunos em cada momento. Corramos quando tivermos de correr e levemos o
ritmo pausado nos anos da nossa maturidade.
EMENDAMOS A VELOCIDADE; DO RIO, HOJE!

Assim, aproveitaremos melhor

o ritmo do nosso tempo.
ENCHAMOS DE MÉRITO
A NOSSA DIMENSÃO!
Porque não e ser o maior, mas sim

o mais cheio o que vale.
154
POETA D. NIALLOCK ESCREVEU UAI POEMA QUE,
apesar de ser betu conhecido, parece-nos sempre
novo.
E este:
"Se não puder ser o mais alto pinheiro no monte
sela um arbusto no vale,
mas seja o melhor arbusto que ali houver. Seja uma trilha se não puder ser estrada.
Seja um arbusto se não puder ser uma árvore. Se não pode ser o Sol, seja uma estrela.
155
PERSONALIDADE
PERSONALIDADE
Não é pelo seu tamanho que chegará a ser alguém.
Seja sempre o máximo daquilo que você puder ser.,,
Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo.

ENCHAMOS DE MÉRITO A NOSSA DIMENSÃO!

Não é ser o maior, mas sim

o mais cheio o.que vale.
156 491
VEJAMO-NOS A NÓS

PROPRIOS COMO
GOSTARÍAMOS DE SER!
Assim, conseguiremos ser.
GOETHE DISSE UMA VEZ: "SE TRATARMOS OS
outros como eles são, não os ajudaremos, mas se os tratarmos como podem vir a ser, estaremos ajudando-os a melhorarem".
Há um provérbio espanhol que diz: "Chama um homem de ladrão e ele roubará,,.
"Traduzindo-o" para um valor positivo, seria: ,,Atribuamos uma qualidade ou valor humano a alguém e ele fará o possível por alcançá-lo e mantê-lo,,.
157
PERSONALIDADE
O nosso impulso positivo de hoje é: Apliquemos este princípio a nós mesmos. Vejamo-nos como gostaríamos de ser. Será o melhor caminho para chegarmos a ser o que
queremos. Vejamo-nos fazendo bem coisas mínimas, em vez de deixar simplesmente que elas aconteçam.
Sigamos o positivo. Vejamos as coisas com o "olho mental" antes de as realizarmos. Vamos chegar pontualmente ao trabalho, ter as coisas organizadas, limpar a casa,
ser agradáveis numa reunião, cordiais numa festa, razoáveis numa discussão.
Se adquirirmos o hábito de nos vermos fazendo as coisas corretamente antes de as realizarmos, sentiremos prazer em materializar as nossas imagens mentais, ao encararmos
as coisas que vimos antes com os olhos da mente.

Sigamos este impulso positivo:
VEJAMO-NOS A NOS PROPRIOS COMO GOSTARÍAMOS DE SER.

Assim, conseguiremos ser.
CRIEMOS ONOSSO
PRÓPRIO FUTURO!
Façamos planos para consegui-lo.
oI O DR. CHARLES KETTERING QUEM NOS DEIXOU
este pensamento.
"Como o resto da minha vida vai ser vivida no futuro, quero estar bastante seguro de que tipo de futuro vai ser. Por isso faço planos.,,
Sim, amigo leitor. Todos já tivemos um sonho a alcançar e, com o passar do tempo, ou o esquecemos, ou, o que é pior, de vez em quando lembramos dele como algo impossível.
Shakespeare dizia: " Se você acreditar que algo é
158
159
PLANEJAMENTO
PERGUNTAS
impossível, ele o será. Se você acreditar que algo é alcançável, ele o será. É a nossa atitude que torna as coisas boas ou más".
Se queremos conseguir algo, devemos seguir o conselho de John Cooper, um bom amigo que tive há uns anos. Unia vez disse-me: ,Eduardo, você sabe a diferença que há
entre um sonho e um objetivo? É o plano. Se você quer alcançar um sonho, trace um plano. Você irá convertê-lo num objetivo, e o sonho será possível. Por mais alto
e difícil que pareça, outro poderá alcançá-lo. Por que não você?".
Transformemos os sonhos em objetivos. Planejando. Assim, seremos nós mesmos que desenharemos e daremos vida ao nosso próprio futuro.

Sigamos este impulso positivo:
CRIEMOS O NOSSO PRÓPRIO FUTURO!

Façamos planos para consegui-lo.
44OO1
FAÇAMOS PERGU\TAS,
HOJE!
Assim, esclareceremos e conheceremos

melhor as situações.
49.
S VEZES, POR NÃO FAZERMOS A PERGUNTA OPOR
tuna, no momento adequado, surgem mal-entendidos que nos prejudicam.
Cometi erros?
Trabalhei em vão?
Fiz um caminho errado?
Isso pode ocorrer por não se fazerem perguntas? Por que, então, não fazemos sempre as pergun
tas que poderíamos fazer?
16O
161
PERGUNTAS
PROGRESSO
Emerson disse uma vez: "Aquele que faz uma pergunta tem medo de parecer tolo, durante cinco minutos. Mas o que não a faz, permanece tolo toda
a vida,,.
E isso não e o que gostaríamos, não é verdade? Assim, pois, sigamos este impulso positivo:
FAÇAMOS PERGUNTAS, HOJE!

Evitaremos permanecer tolos toda a vida.
FAÇAMOS UM BOM
LANCE, HOJE!
Talvez dependa dele

todo o jogo.
Á TEMPOS. NUMA ENTRFVISTA QUE L ILERANI Ao
campeão de golfe Severiano Ballesteros, o jornalis
ta perguntou-lhe:
-Que truque o senhor aplica para ganhar tantos
troféus?
-Apenas um - respondeu Severiano -. Toda vez que bato na bola, penso a mesma coisa.
-Em quê, concretamente? - insistiu muito inte
ressado o entrevistados.
-Que daquele lance depende todo o jugo.
162
163
PROGRESSO
PROGRESSO
Amigo leitor: Talvez toda a nossa vida dependa só de um minuto. O minuto que estamos vivendo agora. Michelangelo esculpiu a sua maravilhosa obra, Moisés, com um
único golpe de cinzel e... depois outro e outro e outro. Mas, a cada vez, seguro sempre de que daquele golpe dependia toda a estátua. Consciente ou não disso, a
minha vida profissional, familiar ou social, depende de hoje: de fazer bem hoje a comida, de estudar bem uma disciplina, de fazer bem este trabalho, de atender bem
este cliente, de fazer bem um percurso, de tratar bem um doente, ou de resolver este caso.
Toda obra de arte depende de um único golpe de cinzel. Todo jogo de golfe depende de um único lance de bola.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

FAÇAMOS UM BOM LANCE, HOJE!

Talvez dependa dele todo o jogo.
ACABEMOS COM UAI
MAU HÁBITO,
HOJE!
Assim, sem esse fardo,

nós nos sentiremos mais livres.
EkIOS UM MAU COSTUME, UM HÁBITO NEGATIVO, UM
vício?
Estamos fazendo, consciente ou inconscientemente, algo que nos prejudica?
Pode ser... roer as unhas, chegar sempre tarde, criticar os outros ou algo mais forte.
Cada um sabe onde lhe aperta o sapato!
Decidimos acabar com esse mau hábito para
sempre, hoje!
164
165
PROGRESSO
ENFRENTEMOS UM 11
Precisamos de coragem, coragem, coragem! Assim, PROBLEMA, mais cresceremos fortes. HOJE!
i
E devemos seguir a Regra de Stone. e seremos
Qual é?
"Comuniquemos a todo o mundo a nossa reso

lução. Que todos saibam aquilo que decidimos.
Comprometamo-nos perante o mundo inteiro!
Não façamos segredo disso.
Proclamemos a nossa decisão em voz alta e nao
nos permitamos nunca uma exceção."
Apliquemos a Regra de Stone:
COMUNIQUEMOS A TODO O MUNDO

A NOSSA RESOLUÇAO

DE ACABAR COM UM MAU HÁBITO, HOJE!
Assim, sem esse fardo,

nós nos sentiremos mais livres.
ONFORME DIZ UM PROVÉRBIO ESCANDINAVO: "O
vento do norte faz os vikings,,.
O pensador Henry 1.aiser deixou-nos escrito em Os segredos do poder da mente este pensamento:
,,Os problemas não são outra coisa senão oportunidades cone roupa de trabalho,,.
Temos medo de enfrentar um problema que as circunstâncias nos trouxeram? Evitá-lo não vai solucionar nada. Os avestruzes enfiam a cabeça na
4O.
PROGRESSO
areia quando pressentem o perigo, mas isso não evita que o tigre os coma.
Sim, arraigo leitor. Sigamos este impulso positivo:
VISTAl1OS A NOSSA ~1EVTL. CO;ti9 ROUPA DE TRABALHO E
NFRlNTlb10S UM PROBE1?MA, HOJF:"I
Assim, cresceremos e seremos mais fortes.
LEVANTEMOS UM
PEQUENO ANIMAL,
HOJE!
Assim, amanhã,

levantaremos um touro.
ETRONIO, ESCRITOR DA ANFIGÜIDADL, DEIXOU-NOS,
nas suas histórias, este curioso episódio.
Referia-se ao atleta Mi1a de Crotona. Conta que, para se fortalecer e ao mesmo tempo exercitar-se, diariamente, no levantamento de pesos, o atleta carregou às costas
um pequeno bezerro recém-nascido e foi repetindo a operação todos os dias, até que o bezerrinho se tornou um touro.
Essa história pode valer como analogia do quanto podemos conseguir. Não há necessidade de levantarmos um touro, claro, mas dominar um aa lín
169
PRUDENCIA
gua, pintar, ler, praticar um esporte, conhecer um assunto em profundidade, dominar um computador. Agora parece-nos tão difícil como levantar um touro, mas com constância,
poderemos dominar um assunto, adquirir um hábito, conseguir uma habilidade que agora nos parece muito difícil.
Façamos todos os dias um pequeno esforço.

Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:

LEVANTEMOS UM PEQUENO ANIMAL, HOfE!

Assim, amanhã, levantaremos um touro.
416O1
ATUEMOS COM
PRUDÊNCIA, HOJE!
Assim, nunca nos arrependeremos

dos nossos atos.
ER PRUDENTE NAO SIGNIHCA SER COVARDE, ME
droso ou receoso, mas pensativo, hábil e equilibra
do no falar, no fazer, no crescer e no gastar. Como diz um longo provérbio árabe: -Não digas... tudo o que sabes. "Não faças... tudo o que podes.
v ã.o acredites... em tudo o que ouvires. "Não gastes... tudo o que tens. ,,Porque...
-Aquele que diz... tudo o que sabe.
U
16O.
171
n

PRUDENCIA
PONTUALIDADE
4O1
"Aquele que faz... tudo o que pode. -Aquele que acredita... em tudo o que ouve. -Aquele que gasta... tudo o que tem. -Muitas vezes...
"Diz... o que não convém.
"Faz... o que não deve. ,,,julga o que não vê.
-E gasta... o que não tem".
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
ATUEMOS cOM PRUDÊNCIA, HOJE!
Assim, nunca nos arrependeremos dos nossos atos.
CHEGUEMOS DEZ
VII\UTOS A\TES, HOJE!
Assim, teremos mais possibilidades

de dominar a situação
ALMIRANTE INGLÊS, LORD NELSON, DIZIA:
-Devo todo o êxito que tive na vida a ter chegado sempre um quarto de hora antes do previsto-.
Sejamos modestos. Antecipando a nossa presença apenas dez minutos em qualquer reunião ou entrevista, obteremos estas vantagens:
172
nós nos sentiremos mais à vontade;
criaremos a imagem de sermos muito pontuais e, portanto, sérios e responsáveis;
173
PO NTUALIDADE
conheceremos melhor dados, fatos, pessoas e talvez oportunidades;
evitaremos que a situação nos domine e teremos
mais probabilidades de nós a dominarmos.
Pensemos, pois, a partir de agora: "Chegar pontualmente, para mim, significa chegar dez minutos antes. Chegar em ponto para mim significa chegar dez minutos mais
tarde,,.
Adiantemos, pois, o nosso relógio diante de qualquer compromisso.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
CHEGUEMOS DEZ MINUTOS ANTES, HOJE!
Assim, teremos mais possibilidades de dominar

a situação.
Ao. -
RELAÇOES HUMANAS
A\IVIEVIOS OS
OUTROS, HOJE!
Assim, nós próprios nos sentiremos

também animados.
174 41
Á UNS DOIS ANOS VISITEI A UNIVERSIDADE DE SOMA,
em Tóquio (Japão). O Dr. Félix Lobo, Diretor do Instituto de Línguas Estrangeiras, acompanhou-me e, de manhã, ã entrada das aulas, os alunos passavam entre duas
filas de colegas seus, uniformizados, encarregados de os receberem cordialmente.
Fiquei muito admirado com a forma como esses rapazes recebiam com grande entusiasmo as centenas de alunos que entravam para as aulas gritandolhes frases como: "Bem-vindos!
Hoje será um gran
175
RELAÇOES HUMANAS
RELAÇÕES HUMANAS
4
de dia, não é verdade? Vamos estudar com grande afinco! Hoje teremos maior interesse ainda nos nossos livros! Aprenderemos mais que nunca! Como é a nossa atitude?"
E o grupo respondia: ,Positiva! Vamos aprender muito!"
Admirado, perguntei ao Dr. Lobo quem eram eles e o doutor respondeu-me, como se fosse a coisa mais natural do mundo: ,São os animadores,,. Explicou-me, então, que
cada centro de estudo ou de trabalho, no Japão, tinha o seu grupo de animadores para estimular, motivar, dinamizar qualquer pessoa que iniciasse o seu trabalho ou
estudo com maior dedicação e intensidade.
Ainda acho muito difícil que isto se aplique às nossas universidades e empresas, mas, por que não tentar fazê-lo à nossa volta, à nossa maneira, no nosso próprio
ambiente familiar, profissional ou social, sem gritar, mas com convicção?
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

ANIMEMOS OS OUTROS, HO¡ !

Assim, nós próprios nos sentiremos

também animados.
FAÇAMOS COM QUE OS
OUTROS, GRAÇAS AO
-OSSO TRATO,
SINTAM-SE BEM!
Assim, festejarão e procurarão

a nossa companhia.
491
Á POUCOS DIAS, JOSÉ LUÍS, UNI AMIGO MUI"I()
perspicaz e observador, dizia-me, referindo-se ao trato com os outros: ,Eu gosto de me sentir bem comigo mesmo. Há aqueles que me ajudam e aqueles que não. Há pessoas
com quem lido que, depois de falar com elas, fazem-me sentir melhor. Mas há outras que, durante a conversa, conscientes ou não disso, fazem-me sentir pior. Basta
cumprimentá-las para perceber isso. Se lhes digo: "Olá! Como vai. , às vezes me respondem algo parecido com: "Eu es
f
176
491
177
RELAÇOES HUMANAS
tou bem... mas veja você..." E no fim da conversa deixam-me um trapo, na tentativa de ajudar-me".
Se o meu amigo José Euis pensa isto, ou você, amigo leitor, também o pensa, evitemos que pensem
isso aquelas pessoas com quem lidamos pessoalmente, hoje.
Amigo leitor, sigamos este impulso poli ivo:
FAÇAMOS COM c,)UE OS OUTROS, GRAÇAS AO

NOSSO TRATO, SINTAM-SF BEM!
Assim, fèstejarão e procurarão sempre

a nossa companhia.
4w
NADEMOS A FAVOR
DA ÁGUA!
Nós nos sentiremos com mais prazer

na vida.
Á UNS ANOS. DICKY CONDE FOI CAMPEAO DE NA
tação. Os amigos brincavam com ele, pois tinha a capacidade de melhorar constantemente as suas marcas.
Diziam-lhe: "Como é que você consegue vencer o próprio recorde, cada vez que entra numa piscina?" E ele, sorridente e otimista, respondia: ,Tenho um truque... Eu
nado a favor da água,,.
Mais de uma vez pensei nesta simples resposta e tracei um paralelo com a nossa própria vida.
-Como é que você vive com tanto prazer?",
179
SUPERAÇÃO
perguntemos às pessoas que conhecemos e que se sentem felizes, e a resposta será semelhante. Muito provavelmente irão responder: "E que eu nado a favor das pessoas,,.
Todos somos nadadores num mar de gente. Evitemos chapinhar como quando aprendemos a nadar. Um esportista experiente na vida, corno Dicky Conde foi na água, avalia-se
pela forma como nada a favor das pessoas, respeitando-as, aceitando-as, convivendo com prazer com elas.
Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:

NADEMOS A FAVOR DA AGUA!

Nós nos sentiremos com mais prazer na vida.
44O1
TENHAMOS
CONSCIÊNCIA
DAS NOSSAS
DEFICIÊNCIAS, HOJE!
Assim, tiraremos maior partido

das nossas possibilidades.
ELI_EN KELLER, A NORTE-AMERICANA DEFICILNTE
visual, exemplo de superação pessoal, escreveu: "Dou graças a Deus pela minha deficiência, pois sem ela não teria chegado ao que cheguei ser.
Em Tóquio, há uns anos visitei um restaurante que o Dr. Havagashi, dedicado a deficientes, tinha criado, aproveitando as qualidades que restavam a um grupo de pessoas
física ou mentalmente incapacitadas. O exemplo foi copiado por mais dois médicos em São Francisco, e há outros projetos em outras cidades do mundo.
181
SUPERAÇÃO
O Dr. Hayagashi disse-me algo que me impressionou: "Nós, os médicos que tratamos de deficientes, ficamos preocupados em averiguar quais as capacidades, qualidades
e particularidades positivas que eles ainda têm, para serem aproveitadas ao máximo. Fazemos com os deficientes, os menos capacitados, o que nenhum médico se lembrou
de fazer com as pessoas normais: aproveitar bem as suas qualidades. Sabe por quê?, - dizia-me ele -, "porque o inundo ainda não percebeu que somos todos deficientes.
Ninguém é perfeito em tudo. Só somos meio válidos. Aproveitemos bem, então, a nossa meia validez,,.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

TI, NHAMOS CONSCIÊNCIA

DAS NOSSAS DEFICIÊNCIAS, HOJE!

Assim, tiraremos maior partido

das nossas possibilidades.
SUPERAÇÃO
AW
VEJAMOS A
ADVERSIDADE
COMO UM TÔNICO, NÃO
COMO UM TROPEÇO!
Assim, qualquer fracasso

não nos poderá desmoralizar.
N1 PSICÓLOGO DISSE CERTA VEZ: "TODA A ADVERSI
dade traz consigo a semente de um benefício igual ou maior. Temos de desenvolver a capacidade de saber encontrá-lo,,.
Fechemos as portas às experiências desagradáveis, aos desenganos, às frustrações!
O tempo, esse grande mago, pode mudar as angústias e os erros passados em benefícios e satisfações futuras.
182
-
183
Knut Hamsum, emigrante da Noruega, fracassou em tudo o que empreendeu no EUA. Desesperado, decidiu escrever a história das suas lutas e penas.
O livro, a que intitulou Fome, valeu-lhe o Prêmio Nobel de Literatura. As terríveis experiências de Hamsum acabaram por torná-lo rico e célebre.
Tiremos partido de qualquer experiência negativa, desenvolvendo em nós a capacidade de ver a semente de um benefício.

Amigo leitor:
VEJAMOS A ADVERSIDADE COMO UM TÔNICO,

NAO COMO UM TROPEÇO!

Assim, qualquer fracasso não nos

poderá desmoralizar.
INVISTAMOS BEM
O OURO
DO NOSSO TEMPO,
HOJE!
Assim, enriqueceremos a nossa

própria vida.
491
S VEZES COMENTAMOS QUE NÃO TEMOS TEMPO
suficiente. No entanto somos ricos em tempo! Tão ricos como foram Rothschild ou Onassis. Todos
nós temos o mesmo tempo!
Se alguém nos dissesse hoje: "Tome, aqui estão 144O dólares. Gaste-os no que quiser,,, como é que
investiríamos o dinheiro?
185
- em reformar a casa;
- em comprar um televisor de 29 polegadas ou
um novo aparelho de som;
- fazer uma viagem;
- comprar uma geladeira nova...

Mas se essa pessoa ainda dissesse:
,,Não os guarde, gaste-os e gaste-os bem, porque, se assim o fizer, amanhã eu lhe darei mais 144O dólares,,.
Como teríamos cuidado em gastá-los bem!
Amigo leitor: todos os dias recebemos grátis 144O minutos. Como os investimos?
Temos a mesma atitude que diante do dinheiro.
Tomemos mais cuidado. Gastemos os nossos minutos cuidadosamente. Invistamos o nosso tempo diário em coisas positivas que queiramos conseguir. Não o desperdicemos.
ENCHAMOS A MALA
DIÁRIA DO NOSSO
TEMPO, HOJE!
Antes que outros a encham por nós.
* DWIN BLISS, ESPECIALISTA INTERNACIONAL EM ADMI
mstração do tempo, diz na sua obra que o tempo não é ouro. É algo mais importante: uma mala.
O tempo não é algo que matamos, mas algo onde colocamos coisas.
Que coisas guardaremos na mala diária do nosso tempo? Coisas banais.
Encheremos um espaço com muitas coisas e outro não? Ou a minha mala irá vazia? Ou, o que é pior: levarei na minha mala coisas que não me ser
INVISTAMOS ITEM o OURO
DO NOSSO :"I Eh1PO, HOJE!

Assim, enriqueceremos a nossa própria vida.
4O
187
TOMADA DE DECISAO
vem na viagem da minha vida? Ou -e isso é o melhor- planejo todos os dias e penso como, quando e por quê encher com coisas valiosas a mala do meu
tempo, hoje?
Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:
ENCHAMOS A MALA DIÁRIA DO NOSSO

TEMPO, HOJE!
Antes que outros a encham por nós.
VERIFIQUEMOS ALGO
POR NÓS PRÓPRIOS,
HOJE!
Assim, depois nos sentiremos mais seguros da nossa decisão.
XISTP UM CURIOSO PROVÉRBIO JAPONÊS QUE O AUTOR
Kenneth Keyes destaca na sua obra Como desenvolver a capacidade mental. Diz assim: "Ver por si mesmo vale mais que cem relatórios".
O que pode definir melhor o sabor de uma maçã senão o nosso próprio paladar?
Corrobora essa idéia uma citação hindu: ,Aquele que prova um grão de mostarda, conhece melhor o seu sabor do que aquele a quem mostram um elefante carregado com
milhares de grãos".
189
TOMADA DE DECISÃO
Como podemos ter uma idéia do mar sem o ter visto?
Tivemos de sair para a estratosfera e ver para percebermos isso - apesar de sabermos que três quartas partes da Terra eram cobertas por mar - que o nosso planeta
era azul.
Como nos atrevemos a julgar uma pessoa que não conhecemos, apenas por informações que outras nos dão?
Talvez agora, amigo leitor, estejamos prestes a tomar uma decisão sobre um problema - pequeno ou grande -, sobre uma pessoa, sobre uma oportunidade.
Recordemos o provérbio japonês: "Ver por si mesmo vale mais do que cem relatórios.

Sigamos este impulso positivo:
VERIFIQUEMOS ALGO POR NOS PRóPRIOS, HOJE!

Assim, depois nos sentiremos mais seguros das nossas decisões.
- _ TOMADA DE DECISAO
TOMEMOS UVIA
DECISÃO, HOJE!
Vale mais uma decisão regular

a tempo que uma boa decisão

fora de tempo.
MEU DESAPARECIDO AMIGO JUAN, UM AUTÊ: !TI
co cavalheiro, gostava muito de caçar coelhos e perdizes. Nunca tinha caçado patos e, a certa altura, convidaram-no para caçar patos num lago. Bem de madrugada,
ainda escuro, encontrou-se dentro de um tonel tapado com uma manta, só com a ponta da espingarda de fora para não chamar a atenção. junto dele estava um rapaz para
ajudá-lo e um cão para ir buscar as peças.
1
19O
491
191
4w
VIVER HOJE
,,De repente" -explicou-me ele- "ouvi um ruído ensurdecedor e vi como uma nuvem a dirigir-se para mim. Era um grande bando de patos. Surpreso, apontei para todos
ao mesmo tempo enquanto passavam sobre a minha cabeça, mas não disparei contra nenhum."
Quando o bando passou, o rapaz que me ajudava, uma criança quase, com zombaria e um fino senso de humor, disse-me: ,Senhor João. Um de cada vez. E a tempo-.
Amigo leitor: Que não nos aconteça isso nas oportunidades que se nos apresentarem e precisarem de uma decisão imediata. Atirar quando os patos já passaram não é
uma decisão a tempo. Temos hoje algo pendente por decidir? Por que esperar até amanhã?
Sigamos este impulso positivo:
ToNiEMOS UNIA DECISÃO, HOJE!

Vale mais uma decisão regular a tempo, que

uma boa decisão fora de tempo.
UM ARTIGO DE MIGUEL DE UNAMUNO INTITULADO
Agora encontramos esta frase: "O Agora é a rocha sólida onde assenta o nosso futuro. Tudo quanto desejamos para amanhã, temos de lhe dar consistência hoje".
Amigo leitor: O passado não existe mais. O futuro vai trazer-nos coisas diferentes das que esperamos ou tememos. Só existe o hoje.
O meu grande amigo, o escritor Jaime Borrás
VIVAMOS AGORA,
VIVAMOS HOJE!
Assim construiremos o nosso

futuro mais sólido.
193
VIVER HOJE
Betriu, na primeira página da sua obra, Vivir para vivir siempre (Viver para viver sempre), escreveu:

"Se sobre os seus ombros
carrega o seu passado e, além disso, quer carregar a sua angústia e o medo do futuro, não lhe restarão forças para enfrentar o mais importante:
Você, agora, o momento presente".

Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:
VIVAMOS AGORA. VIVAMOS HOJE!

Assim, construiremos o nosso futuro mais sólido.
4O.
RECORDEMOS
O MOMENTO DO DIA,
HOJE!
Assim faremos, jornada a jornada,

o inventário positivo da

nossa própria vida.
416O.
u
DMITAMOS QUE TODOS OS DIAS NÃO SEJAM FAN
tásticos, mas que cada dia nos traga algo diferente.
Também cada filme tem a sua cena. De Edison, o homem lembremos a entrega da nova lâmpada, com um voto de confiança, que o inventor faz ao menino.
De E o vento levou, a figura de Scarlett O:"Hara fundirído-se no fundo de um céu vermelho, enquanto exclama: "Deus é testemunha de que nunca mais passarei fome,,.
195
VIVER HOJE
De Sociedade dos poetas mortos, o momento em que o professor consegue extrair o poema escrito por um aluno, fazendo-o girar sobre si mesmo.
E assim, cada um de nós iria lembrando: "foi esta a cena que mais impacto me causou dos filmes que vi,,.
Vejamos, pois, amigo leitor, o nosso dia de hoje como um filme e, no fim, à noite, em breves minutos, passemos em revista o filme que vivemos.
Talvez pensemos: "Mas há dias em que não nos acontece nada de importante. Não se trata de encontrar algo importante, mas de exercitar a nossa capacidade de saber
encontrá-lo e, assim, com esse simples esforço, veremos que a nossa vida, os nossos dias, não são lineares como um sismógrafo que não acusa movimentos, mas cada
dia tem o seu momento.
A nossa sensibilidade aumentará e viveremos duas vezes mais pois, como Marcial, poeta latino, dizia: -Ter prazer em recordar a nossa existência é viver duas vezes.

sigamos este impulso positivo:
RLCORDE,\IOS O MOMENTO DO DIA, HOJE!

Assim faremos, jornada a jornada, o inventário

positivo da nossa própria vida.
411OO.
VIVAMOS
INTENSAMENTE, HOJE!
Porque hoje é o nosso dia.

Hoje é a nossa vida.
S VLZES NOS INTERROGAMOS: -DE. ONDE VENHO?
Quem sou? Para onde vou?", sem achar resposta
para as nossas perguntas.
Às vezes ficamos olhando para o céu à noite e a
nossa mente perde-se entre as estrelas.
O que é a vida?
O filósofo Santavana disse uma vez: a,O homem não foi feito para compreender a vida, mas para
vivê-la,,.
Vivamos, pois, intensamente. Sigamos a orien
tação de Santavana.
197
VIVER HOJE
VIVER HOJE
Não tentemos analisá-la, porque acabaremos por perdê-la na tentativa.
Recordando uma das frases favoritas de um primeiro-ministro inglês, Disraeli: "A vida é demasiado curta para ser medíocre., tentemos fazer da nossa própria vida
algo que saia da mediocridade. Corno? Vivendo intensamente!

Sim, amigo leitor. Sigamos este impulso positivo:

VIVAMOS INTENSAMENTE, HOJE!

Porque hoje é o nosso dia. Hoje é a nossa vida.
PESEMOS
CUIDADOSAMENTE O
DIA DE HOJE!
Assim, viveremos cada hora

com maior plenitude.
ESCRITOR LATINO DA ANTIGODADE, PUNIO, NA SUA
obra História natural deixou-nos uma mensagem que, pelo seu significado e profundo sentido, ajudanos a meditar. Disse: ,Contamos os dias, quando, na realidade, deveríamos
pesá-los,,.
Qual o peso que vai ter para mim o dia de hoje? Oxalá o vento não leve a folha do nosso calendário. Ponhamos um peso sobre ele. Do melhor que tivermos. Contribuamos
com o nosso traço pessoal para que não pese mais o dia de hoje: inteligência, alegria,
199
senso de humor, capacidade de trabalho, entusiasmo nos objetivos, estudo.
Sêneca, nas suas Epístolas, escreveu: ,A vida é longa se a soubermos preencher,,. E um poeta rubricou este pensamento dizendo: ,Não queiramos encher de dias a nossa
vida. Enchamos de vida cada um desses dias e, assim, terão um peso maior, um
maior valor" .
Amigo leitor. sigamos este impulso positivo:
PESEMOS CUIDADOSAMENTE O DIA DE HOJE!
Assim, viveremos cada hora com maior plenitude.
VIVER HOJE
VIVAMOS COMO SE
O DIA DE HOJE
FOSSE UMA VIDA
EM MINIATURA!
Assim, assentaremos a nossa primeira pedra

para rima vida mais cheia.
1OO1
HÁ DIAS QUE PASSAM DESPERCEBIDOS, TRISTES,
aborrecidos. Nem notamos que passaram. Não os vivemos!
Schopenhauer escreveu: "Cada dia é uma vida em miniatura,,.
Então, vivamos o dia de hoje como se fosse toda uma vida! A única que temos de viver. Poremos, assim, a primeira pedra de uma vida mais cheia.
Se tudo na vida são experiências, quanto mais experiências fizermos, melhor! Iniciemos hoje a
2O1
nossa vida de experiências pelo nosso dia. Encaremos as coisas como se toda a nossa existência durasse apenas um dia. Vamos dar-lhe solidez, consistência, ilusão,
afeto. Tudo aquilo que criarmos tornará a vida mais feliz. Tornemos hoje o nosso dia mais
feliz!
Amigo leitor:
VIVAMOS COMO SE O DIA DE HOJE FOSSE UMA VIDA

EM MINIATURA!

Assim, assentaremos a nossa primeira pedra

para uma vida mais cheia.
ALEGREMO-NOS POR
VIVER, HOJE!
Assim, refletiremos nos outros a nossa

alegria e eles serão um pouco

contagiados.
ESCRITOR OHIL BOSMANN ESCREVEU UM POEMA
que, traduzido, diz:
"Bom dia!
Alegremo-nos por viver hoje, por termos um
teto,
por haver sol, por eu gostar das pessoas no lugar onde estou, por poder trabalhar.
Não preciso de um carro enorme nem de um casaco de peles
para poder andar por este mundo.
Ponhamos firmemente os nossos pés esta manhã
2O3
VIVER HOJE
na Terra e digamos em voz alta: Alegremo-nos por viver, hoje!"
Comparemos esses versos com o que Ovídio escreveu em A arte de viver. Disse ele: ,Os outros que se apaixonem pelos tempos antigos; eu me felicito por ter nascido
hoje; este século tem muito que ver com os meus gostos. Agrada-me estar nele,,.
Há centenas de anos Ovídio nos deixou esse impulso positivo que, de alguma forma, encaixa-se no poema inicial.
Amigo leitor, sigamos este impulso positivo:

ALEGREMO-NOS POR VIVER, HOJE!

Assim, refletiremos nos outros a nossa atitude de

alegria e eles serão um pouco contagiados.
41O1
COMECEMOS A VIVER,
HOJE!
Assim, renovaremos a esperança

em nós próprios.
POETA HINDU RABINDRANATH TAGORE DEIXOU
nos este pensamento: <<Cada criança ao nascer traznos a mensagem de que Deus não perdeu ainda a esperança nos homens, nas mulheres, nas pessoas,,. F - cada um de
nós, perdemos a esperança em nós próprios? Talvez nos sintamos deprimidos? Estamos descontentes com a nossa atuação anterior? Algo funciona mal em nós? Por que não
tentamos renovar essa esperança que, como um ímã, pode hoje puxar-nos para cima?
-
2O5
Shakespeare escreveu: "O passado é apenas prólogo-. Vamos refletir hoje sobre esse pensamento e vejamos o dia de hoje como o primeiro dia do resto da nossa vida.
Melhor ainda: ,Como o primeiro dia do melhor da nossa vida,,.

Sigamos, pois, este impulso positivo:
COMECEMOS A VIVER, HOJL!

Assim, renovaremos a esperança em nós próprios.
SUMÁRIO
Distribuidor Independente

Jairo Ferreira
Fone_ (O911224 4477 - 982 9539

Belém - Pará
PROLOGO 3
ACRO 7
Não paremos, hoje! 7
Movamos a nossa peça, hoje! 9
ATITUDE POSITIVA 11
Ganhemos graças um sentimento à ação! 11
positivo
Elevemos o nosso moral, hoje! 13
Eliminemos a palavra vocabulário! "NÃO" 15
nosso do
Coloquemos pensamento! o nosso coração 17
no
Procuremos hoje! os brancos dentes 19
do cão,
2O7
AGRADLON11{NTO 21 Não choremos nem nos
Agradeçamos, hoje! 21 queixemos, hoje! 45
ALLGRIA 23 Façamos algo desagradável que 47
deixamos pendente, hoje!
Improvisemos alegria, hoje! 23 Façamos o que tememos fazer, 49
hoje!
AMIZADE 25 Convertamos uma contrariedade 51
Conservemos os bons amigos! 25 numa possibilidade, hoje!
Telefonemos a um amigo, hoje! 27 Evitemos que as contrariedades 53
Arrolo 29 nos façam perder as estribeiras!
Não desertemos da vida, hoje! 55
Procuremos um ponto de 29 Transformemos um menos
apoio, hoje!
num mais! 57
APRENDIZAGEM 31
Não apenas ensinemos os outros! 31 CoLASORAÇÃO 59
Aprendamos algo com alguém, 33 Participemos, pois so por 59
hoje! participar, já ganhámos!
AUTO-ESTIMA 35 COMUNICACÃO 61
Sejamos o nosso melhor amigo, 35 Digamos as coisas objetivamente 61
hoje! e com originalidade!
Dirijamos os nossos pensamentos, Escolhamos bem uma palavra, hoje! 63
hoje! 37 Estimulemos a comunicação, hoje! 65
Apreciemo-nos um pouco mais, Dialoguemos correctamente, hoje! 67
hoje! 39
CONCENTRAÇÃO 69
AUTOCONTKOIA 41 Concentremo-nos em nosso jogo,
Que a opinião dos outros hoje! 69
não nos afecte, hoje! 41 CORTESIA 71
¡Não andemos com o freio de mão Sejamos corteses, hoje! 71
puxado, hoje! 43
2O9
SUMÁRIO
Cx~,azwl~,at~r 73 93
Não nos envergonhemos de Sl;:"CLSS~)
Os três princípios para alcançar
pensar, hoje! 73 o sucesso! 93
Usemos o motor da nossa
mente, hoje! 75 95
%~LI.ICIDADE
DNPRSÃO 77 Saboreemos a vida, hoje! 95
Decidamos ser felizes só um
Procuremos divertir-nos, hoje! 77 minuto! 97
Reparemos no que temos em vez
ENTUSIASMO 79 de pensarmos no que queremos! 99
Ponhamos entusiasmo em tudo

aquilo que fizermos! 79 pJ~~L1DADL 1O1
Sejamos fiéis a nós próprios! 1O1
OUVIR 8i
Ouçamos mais, hoje! gI 1O3
FLI:XIBILII~ADE
Sejamos flexíveis nas nossas
ESPLKANÇA 83 opiniões! 1O3
Mantenhamos a esperança, hoje! 83
1O5
FUTUKO
ESTTMULO 85 Não nos angustiemos com
Não deixemos portas abertas o futuro, hoje! 1O5
para a fuga! 85 Interessemo-nos pelo futuro, hoje! 1O7
Animemos alguém, hoje! 87
1O9
HUb1OR
ESl:"GDO 89 Nos momentos difíceis,
Continuemos a estudar, por mais mantenhamos o senso
idade que tenhamos! 89 de humor! 1O9
EXIGÊNCIA 91 111
LLALDADF
Sejamos exigentes, hoje! 91 Interpretemos bem o nosso papel,
hoje! 111
21O
211
SUMÁRIO SUMARIO
OBJETIVO 113 ~eSCanSeIT1US, maS naO dexixtamox
Ponhamos um projeto em nossa hoje! 141
vida, hoje! 113 Mantenhamo-nos em pé! 143
Miremos alto, hoje! 115
Tiremos prazer do caminho, hoje! 117 Pr Rs~N~E~I~t~E 145
Tenhamos muito cuidado ao Não nos angustiemos por não 145
establecernos os nossos sermos perfeitos, hoje!
objetivos! 119 Temos de voltar a nós própios! 147
Vamos dar um novo passo, hoje! 121 Procuremos dentro de nós, hoje! 149
Liguemo-nos aos nossos desejos, Exculpamos a nossa personalidade, 151
hoje!
hoje! 123
Alcancemos um objectivo, hoje! 125 Entendamos a velocidade do rio,
hoje! 153
Sejamos só olhos, hoje! 127
Se queremos conseguir algo Enchamos de mérito a nossa 155
dimensão!
difícil, pensemos nisso todos 129 Vejamo-nos a nós próprios como
os dias.
de ser! 157
gostaríamos
Saibamos para onde vamos, hoje! 131
PL,aNF]AMFN:"rc 159
OPORTUNIDADE 133
Aproveitemos uma oportunidade, Criemos o nosso próprio futuro! 159
hoje! 133 161
PERGUNTAS
Façamos perguntas, hoje! 161
PENSAMENTO 135
Pensemos que podemos, hoje! 135 PR~~GRE~so 163
Façamos um bom lance, hoje! 163
PERE1:IçAo 137 Acabemos com um mau hábito,
Façamos as coisas simples, hoje! 137 hoje! 165
PERSISTÊNCIA 139 Enfrentemos um problema, hoje! 167
Levantemos um pequeno animal,
Convertamos o leite em manteiga! 139 hoje! 169
212
213
SUMÁRIO SUMÁRIO
PRUDiiNCIA 171 Vivriz f~c,~r. 193
Atuemos com prudência, hoje! 171 Vivamos agora, vivamos hoje! 193
Recordemos o momento do dia,
Pow~ vALii~Ane 173 hoje! 195
Cheguemos dez minutos antes, 173 Vivamos intensamente, hoje! 197
hoje! Pesemos cuidadosamente o dia de
RLLAÇÕES HUMANAS 175 hoj ~ i 199
Vivamos como se o dia de hoje
Animemos os outros, hoje! 175 fosse uma vida em miniatura! 2O1
Façamos com que os outros, Alegremos-nos por viver, hoje! 2O3
graças ao nosso trato, se Comecemos a viver, hoje! 2O5
sintam-se bem! 177
Nademos a favor de água! 179
SuPexAçno 181
Tenhamos consciência das nossas
deficiências, hoje! 181
Vejamos a adversidade como
um tônico, não como um
tropeço! 183
TEMPO 1g5
Invistamos bem o ouro do nosso 185
tempo, hoje!
Enchamos a mala diária do nosso 187
tempo, hoje!
Verifiquemos algo por nós 189
próprios, hoje!
Tomemos uma decisão, hoje! 191


Fim!

Nenhum comentário: